A Bandai Namco Entertainment do Brasil divulgou mais um trailer legendado de Super Dragon Ball Heroes: World Mission apresentando os modos de jogo. O título será lançado no mês que vem para Nintendo Switch e PC. Confira:

A empresa também apresentou o trailer de lançamento do título:

Super Dragon Ball Heroes: World Mission estará disponível no mercado ocidental a partir do dia 5 de abril.

A Bandai Namco divulgou dois novos teasers de One-Punch Man 2, segunda temporada do anime que adapta o mangá criado por ONE, que começará a ser transmitido na TV japonesa em abril. Além de cenas, os vídeos destacam o tema de abertura da série “Seijaku no Apostle” (Uncrowned Greatest Hero) intepretado pela banda JAM Project. Assista:

Paralelo a isso, também foram reveladas algumas imagens do visual dos personagens na nova temporada, agora produzida pelo estúdio J.C. Staff (Shokugeki no Soma, Children of the Whales). Confira:

One-Punch Man 2 estreia na TV japonesa dia 2 de abril no Japão e no dia 9 nos EUA através do HULU. No restante do mundo, é esperado que a nova temporada seja lançada em algum momento deste ano pela Netflix, que possui a primeira com dublagem em português em seu catálogo. Já o mangá é publicado no Brasil pela Panini.

Após lançar os filmes de Ghost In The Shell e Dead Leaves, a Amazon Prime Vídeo segue investindo pesado na aquisição de novos animações japonesas para expandir seu catálogo de títulos do gênero, ainda modesto, mas que parece estar ganhando cada vez mais atenção da plataforma de streaming.

A novidade agora é a chegada dos animes High School of the Dead (além do OVA) e Devil May Cry, distribuídos no Brasil pela Sato Company, e que também estão disponíveis no catálogo da Netflix.

DMC é uma adaptação baseada na franquia de jogos da Capcom e conta com 13 episódios produzidos pelo estúdio Madhouse. Já High School of the Dead é uma adaptação do mangá de Daisuke Sato e Shoji Sato que conta com 12 episódios também produzidos pela Madhouse.

High School of the Dead e Devil May Cry contam apenas opção de áudio original e legendas em português.

Em celebração ao seu 10° aniversário, K-ON!, uma das produções mais famosas da Kyoto Animation, ganhará reexibição na TV japonesa a partir de 4 de abril.

K-ON! é uma obra original de Reiko Yoshida (Girls und Panzer) exibida originalmente entre 2009 e 2010 e que contou com duas temporadas. Um filme animado foi lançado em 2012 e foi considerado pela revista NewType na época como a melhor produção do ano.

O mangá foi publicado no Brasil pela NewPop editora.

Faltando menos de um mês para a sua estreia, foi divulgado um novo trailer da segunda temporada de One Punch Man, onde podemos conferir novas cenas e um deslumbre de como será feita a animação pela J.C Staff. Confira:

Apesar de termos o mesmo desenhista da primeira temporada na equipe de animação, é possível notar drásticas diferenças nos personagens e como suas feições serão alteradas, além de confirmar as suspeitas dos fãs em relação ao atraso na produção dos episódios.

Visto que existe um aviso ao final do vídeo dizendo que a data de exibição do anime pode ser alterada sem aviso prévio, podendo ocasionar algo semelhante ao que ocorreu com a terceira temporada de Shingeki no Kyojin (Attack on Titan).

Mas, em meio ao caos, temos a nova abertura interpretada pela banda JAM Project (mesma da temporada passada) que abre alas para seu vocalista brasileiro, Ricardo Cruz, interpretar a nova canção.

Sem data de estreia definida, a segunda temporada de One Punch Man começará a ser exibida em abril no Japão e terá seu simulcast feito pelo Hulu nos Estados Unidos. Ainda não foi revelado se ele será exibido no Brasil ou se teremos de esperar a estreia pela Netflix.

Foi revelado pela Bandai Namco novas imagens de Seto Kaiba (Yu-Gi-Oh!) que conforme já anunciado, chega a Jump Force como um personagem jogável via DLC. Ele pode lutar invocando seu poderoso Dragão Branco de Olhos Azuis e Obelisco, o Atormentador. Tudo indica que Kaiba terá o mesmo estilo de luta de seu rival Yugi no jogo. Confira abaixo:

O DLC de Seto Kaiba será lançado em maio, junto com mais dois personagens ainda não divulgados, mas especula-se que possam ser Hitsugaya Toshiro e Grimmjow Jaegerjaquez), ambos de Bleach.

Jump Force está disponível para PlayStation 4, Xbox One e PC.

A revista Shonen Champion revelou que o anime Baki: O Campeão, adaptação do mangá de Keisuke Itagaki, vai ganhar uma segunda temporada na Netflix, algo que já vinha sendo especulado pelos fãs ao longo dos últimos meses, mas só agora o anúncio se tornou oficial. A produção dos novos episódios vai continuar nas mãos do estúdio o TMS Entertainment. A plataforma ainda não revelou a data de estreia da nova temporada.

Baki possui diversos mangás, adaptações para o anime e OVAs. A obra mais atual, Baki-Dou, conta até o momento com dois volumes publicados no Japão.

Sendo tirado do fundo do baú, mais um filme da Madhouse chega à Netflix: A Garota que Conquistou o Tempo (Toki wo Kakeru Shoujo) para o mês de abril.

A trama segue Makoto Kono, uma estudante do ensino médio que começa a vivenciar estranhos eventos e consegue adquirir a habilidade de viajar através do tempo.

Por se tratar de um filme lançado em 2016 e possuir várias dublagens ao redor do mundo, fica inserto saber se o anime chegará com opção de áudio em português, o que infelizmente é pouco provável.

A Garota que Conquistou o Tempo estreia em 1° de abril na Netflix.

A Netflix fechou parcerias com cinco dos principais estúdios de animação do Japão para a produção de novas séries originais. A negociação aconteceu em duas etapas. Primeiro, acordos foram feitos com os estúdios Production I.G e Bones. Agora, somaram-se ao esforço as produtoras Anima, Sublimation e David Production.

As primeiras atrações dessas parcerias já estão definidas, incluindo a série de animação “Altered Carbon: Nova Capa”, da Anima, baseada na série original de ficção científica live-action da Netflix. Com a Sublimation, a Netflix desenvolve “Dragon’s Dogma”, baseada no videogame de mesmo nome aclamado pela crítica. E a David Production prepara “Spriggan”, adaptação do mangá de mesmo nome.

Esses títulos se juntam às séries que serão produzidas pela Production I.G e pela Bones. São elas: “Ghost in the Shell: SAC _2045”, novo capítulo da saga anime de “Ghost in the Shell”, da Production IG, com estreia na Netflix em 2020, e “Super Crooks”, da Bones, baseada nos quadrinhos criados pelo roteirista Mark Millar e pelo artista Leinil Francis Yu.

Além destas, também está em desenvolvimento “Vampiro no Jardim”, do Wit Studio, que pertence à I.G.
Os acordos de produção refletem o sucesso dos animes no catálogo da Netflix. A plataforma planeja atrair cada vez mais parceiros para desenvolver conteúdo exclusivo, visando se estabelecer como referência no setor.

Mitsuhisa Ishikawa, presidente e CEO da Production I.G, observou a grande vantagem que a Netflix oferece para as empresas de anime. “O acordo de produção vai permitir que nossos criadores possam ir além do ecossistema de negócios de anime japonês. Esta é uma grande oportunidade, que nos desafia a entregar o conteúdo exclusivo de nossos talentos para fãs de todo o mundo”, disse, no comunicado que anunciou as parcerias.

Finalmente foi revelado um trailer que nos dá uma melhor ideia de Fairy gone, uma série anime original do estúdio de animação P.A.WORKS, que vai estrear nas TVs a 7 de abril de 2019 (efetivamente dia 8 às 00:00). Em baixo fica uma nova imagem promocional.

No vídeo podemos ouvir o tema de abertura “KNOCK on the CORE” por [K]NoW_NAME (Grimgar of Fantasy and Ash, Sakura Quest).

Para além de animação pela P.A.WORKS (The Eccentric Family, A Lull in the Sea, Sayonara no Asa ni Yakusoku no Hana o Kazarō), vamos contar com direção de Kenichi Suzuki (Cells at Work!, JoJo’s Bizarre Adventure: Stardust Crusaders, Drifters), história de Ao Jūmonji (autor da novel Grimgar of Fantasy and Ash) e o design de personagens é de Takako Shimizu (JoJo’s Bizarre Adventure, Sōsei no Aquarion Love).

Com o slogna “Uma vez, as fadas eram armas”, o anime desenrola-se num mundo onde as fadas possuem e residem dentro dos animais, concedendo-lhes poderes especiais. Ao remover cirurgicamente e transplantar os órgãos de um animal possuído para um humano, os humanos podem parcialmente invocar a fada e usá-la como uma arma. Eventualmente, esses indivíduos foram usados para a guerra e chamados de “Soldados Fadas”. Depois de uma longa guerra, estes soldados perderam o seu propósito e tiveram que se reintegrar à sociedade. Do governo, para a máfia e até tornando-se terroristas, cada um segue o seu próprio caminho.

A história começa nove anos após o fim da guerra e centra-se na protagonista Maria. Maria é uma nova recruta de “Dorothea”, uma organização dedicada à investigação e repressão de crimes e incidentes relacionados com fadas. Mesmo em tempo de paz, o governo ainda é instável após a guerra. Muitos criminosos ainda têm feridas do conflito anterior, e há grupos terroristas empenhados em vingar-se. Esta é a história de soldados fada à procura da sua própria justiça num mundo pós-guerra caótico.