Mahou Tsukai no Yome (The Ancient Magus´Bride): Conta a história de Chise que foi abandonada no passado e acaba se tornando aprendiz do feiticeiro inumano Elias, enquanto se prepara para se tornar a nova esposa dele.

Isekai wa Smartphone to Tomo ni (In Another World With My Smartphone): Acompanha a história de um garoto que morreu num acidente e Deus decide ressuscita-lo numa terra mágica, porém, ele pode usar seu smartphone para acompanhar tudo o que acontece em seu mundo. Além de poder telefonar diretamente para o manda-chuva.

Kono Subarashii Sekai ni Shukufuku wo! (Konosuba! God’s Blessing on This Wonderful World): Após sofrer um acidente de trânsito, Kazuma acorda na frente de uma bela garota que se diz ser a deusa da água e questiona o que ele quer levar para o outro mundo. Ele acaba escolhendo a própria deusa e partem juntos para um mundo medieval, onde irão tentar sobreviver sem nenhum tostão.

Orange: No início do seu segundo ano no ensino médio, Naho recebe uma carta dela mesma vinda de 10 anos no futuro. Ao primeiro instante ela encara como uma brincadeira, mas ao ver os fatos descritos na carta se concretizarem ela passa a acreditar em tudo. E na mesma carta consta todos os fatos de sua vida: seu grande amor e o dia de sua morte. O que ela fará ao saber tudo isso?

Joker Game: No final de 1937, com o auge da 2° Guerra Mundial, o Tenente-coronel Yuuki estabelece uma organização de espionagem com os cidadãos mais renomados do império. Com isso eles passam a ser treinados para enfrentar os mais adversos perigos dentro da guerra.

Demi-chan wa Kataritai (Interviews with Monters Girls): Nessa comédia encontramos um professor chamado Tetsuo Takahashi que dedica sua vida ao estudo das demi-humanas (vampiras, súcubos, garotas de neve, entre outras).

Net-juu no Susume (Recovery of MMO Junkie): Em uma de suas viagens pela internet, Morioka Moriko acaba entrando em um jogo online onde assume a persona de Hayashi, que é totalmente ao contrário de tudo o que ela é na vida real. Porém ela conhece um misterioso assalariado com os olhos azuis no mundo real e começa a ficar em dúvida sobre qual mundo ela deve pertencer.

Mais informações serão divulgadas em breve.

Foi divulgado na conta oficial do Twitter das adaptações live-action de Kakegurui, um novo pôster do filme que irá adaptar para as telonas o bem sucedido mangá de Homura Kawamoto e Toru Naomura. O longa chegará aos cinemas japoneses em maio de 2019 trazendo o mesmo elenco do dorama. Confira:

Paralelo a isso, a nova temporada do dorama está prevista para estrear na TV japonesa durante a primavera no Japão, enquanto que a adaptação animada retorna com novos episódios em janeiro. No Brasil, a série live-action e o anime de Kakegurui estão disponíveis na Netflix.

Em entrevista à Forbes, o produtor da adaptação animada de Castlevania, Adi Shankar, comentou sobre a recém-lançada segunda temporada e o sucesso da série. Além disso, Shankar, que também está trabalhando nas adaptações animadas de Assassin’s Creed e Devil May Cry., ao falar sobre o atual cenário de animação, revelou que gostaria de adaptar Bersek.

O produtor revelou que por ter crescido longe das culturas norte-americana e japonesa, não tinha noção da popularidade da série de jogos. Ele esperava que a adaptação fosse ser algo de nicho, mas se tornou um grande sucesso. Shankar também comentou que os jogos não eram tão sangrentos, mas que eram violentos de sua maneira. Sobre esses pequenos detalhes diferentes e alguns personagens que ainda não apareceram, o produtor indicou que os fãs imaginassem a série e os jogos como universos paralelos, onde ele pode incluir personagens e histórias desse multiverso na adaptação, sem ser exatamente da mesma maneira como são inseridos nos jogos.

Ele se declarou completamente fascinado pela série de jogos, que contam uma história europeia sob um olhar japonês e que consegue ser popular no mundo inteiro, pois segundo ele, videogames possuem de fato uma linguagem global. Sobre um possível filme estar sendo desenvolvido, o produtor disse que a indústria do cinema atualmente está muito fechada a histórias de gêneros específicos e pré-determinados, não tendo determinação a assumir riscos, e uma história como Castlevania não tem espaço nesse cenário.

O produtor revelou que nunca considerou anime um gênero e sim uma estética, e era apaixonado pelo estilo ao qual foi muito exposto por ter crescido em Hong Kong. Isso o influenciou a trazer o formato para Castlevania, e ele encontrou apoio do diretor, Sam Deats, também fã de animações japonesas. Essa paixão também fica evidente em sua resposta sobre qual obra gostaria de adaptar, que seria Berserk, que ele deixaria o mais fiel possível a arte de Kentaro Miura no mangá, pois a considera uma obra-prima.

As duas temporadas de Castlevania estão disponíveis na Netflix. Uma terceira leva de episódios também encontra-se em produção.

Em celebração ao seu 40º aniversário, o Studio Pierrot divulgou novas artes de algumas de suas adaptações animadas, que serão exibidas em seu stand na Jump Festa. O destaque ficou com uma arte inédita de Bleach divulgada no Twitter. Confira:

Os fãs especulam um retorno do anime, que foi finalizado de maneira incompleta em relação ao mangá de Tite Kubo. A questão só deve ser respondida durante a Jump Festa, que acontece nos dias 22 e 23 de dezembro no Japão.

Para desespero dos fãs, outro mangá / anime está prestes a ganhar a atenção de Hollywood. De acordo com o The Hollywood Reporter, a bola da vez agora é Boku no Hero Academia, um dos títulos de maior sucesso da atualidade, ganhar uma adaptação para live-action pela Legendary Pictures, estúdio responsável por Godzilla e Detective Pikachu.

A produção ainda não teve maiores detalhes revelados, apenas que Alex Garcia, Jay Ashenfelter e Ryosuke Yoritomi, editor da Shueisha, estão encarregados de supervisionar o projeto, que fará parte do mesmo selo de Detective Pikachu. Elenco e diretor ainda não foram definidos.

A obra de Kohei Horikoshi chamou atenção por conta do barulho que vem fazendo entre os fãs, seja pelo mangá, ou o anime, que já teve uma quarta temporada confirmada. Além disso, o primeiro filme animado para os cinemas também conquistou as bilheterias. Recentemente, tivemos ainda o lançamento do jogo, One’s Justice.

Mais informações sobre o live-action devem surgir em breve.

Para comemorar o lançamento do 40º volume do mangá Berserk, de Kentarou Miura, a revista Young Animal divulgou um trailer em live-action onde o público pode ver o ator Shigeru Matsuzaki, caracterizado como o protagonista Guts, em sequências de ação. Assista:

Com mais de 40 milhões de cópias circulando em todo o mundo, Berserk retornou de seu mais recente hiato em agosto deste ano.

O mangá é publicado no Brasil pela editora Panini.

Com o final de setembro chegando e o começo de outubro se aproximando a Netflix revelou todos os lançamentos do próximos mês, e a lista deve agradar em cheio os fãs de anime. Começando pela tão aguardada estreia de Nanatsu no Taizai: Imashime no Fukkatsu, segunda temporada do anime baseado no mangá de Nakaba Suzuki, Violet Evergarden – Especial: Episódio Extra, a segunda parte de Fate/EXTRA Last Encore, Batman Ninja e a nova temporada de Castlevania.

A segunda temporada de Nanatsu no Taizai estreia na Netflix no dia 15 de outubro trazendo 24 episódios dublados em português no Rio de Janeiro, trazendo praticamente o mesmo elenco da primeira leva. Já no dia 15 de outubro é a vez do episódio extra do elogiado Violet Evergarden, produção assinada pelo aclamado estúdio Kyoto Animation. O especial se passa entre os capítulos 4 e 5 sem alterar a trama já contada.

Demais destaques do catálogo incluem ainda os originais Demolidor, que chega com sua terceira O Mundo Sombrio de Sabrina. Confira abaixo todas as datas das estreias:

4 de outubro: Violet Evergarden – Especial: Episódio Extra
15 de outubro: The Seven Deadly Sins
19 de outubro: Demolidor (3° Temporada)
24 de outubro: Batman Ninja
26 de outubro: Castlevania (2ª Temporada) e O Mundo Sombrio de Sabrina
30 de outubro: Fate/EXTRA Last Encore (2ª Parte)

Em entrevista para a editora Shueisha, o autor de Naruto, Masashi Kishimoto, revelou que gostaria de voltar à Weekly Shonen Jump, revista onde que eram lançados os capítulos do mangá, como informa o CBM.

Kishimoto comentou que via a Shonen Jump como uma corrente, que era o reflexo de uma era, e falou sobre a diversidade de histórias, algumas estando presentes em sua juventude, como Dragon Ball e Hokuto no Ken, até o marco da chegada de One Piece.

O mangaká revelou que se sentia muito feliz e realizado de fazer parte de tudo isso, porém insinuou que era uma experiência estressante. Mesmo assim, quando questionado sobre um possível retorno, ele rapidamente confirmou que gostaria, e comentou que sua criatividade para novas histórias e curiosidade de ter essa experiência novamente, se sobrepõem às lembranças de como era um inferno ter uma série semanal.

A Sato Company divulgou hoje (6) o trailer dublado da adaptação para live-action de Tokyo Ghoul, uma das atrações do Festival de Ação Japonês idealizado pela distribuidora junto com outros dois filmes. Confira:

Vale destacar que a dublagem de Tokyo Ghoul foi realizada em São Paulo. O filme estará em cartaz nos dias 15, 19 e 21 em cinemas selecionados.

Embora venha sendo apontado como uma das melhores adaptações em live-action proveniente de mangá, Bleach fracassou em seu primeiro final de semana nos cinemas do Japão, via BoxOffice.

A produção faturou pouco mais de US$ 1,5 milhões (170 milhões de ienes) e público total de 100 mil pessoas. Para efeito de comparação, o último filme animado da obra, Gekijouban Bleach: Jigokuhen, de 2010, faturou US$ 2,3 milhões em 2 dias. Já o live-action JoJo’s Bizarre Adventure, que se tornou um grande fracasso, em seus primeiros 3 dias, faturou US$ 2 milhões.

Apesar do filme sugerir uma sequência, diante destes resultados, é muito pouco provável que de fato irá acontecer, restando apenas conferir o montante de arrecadação ao longo das próximas semanas. Vale lembrar que o live-action de Bleach já foi dublado em português e será lançado em breve no Brasil.