A Netflix vai adicionar em breve no catálogo outra animaçaão japonesa conhecida do público otaku que pode ser considerada como um título “mais ou menos antigo”, que foge um pouco dos padrões atuais da plataforma, que é o de adicionar animes mais atuais. A novidade agora é Kuroshitsuji – Black Butler, que adapta o mangá de Yana Toboso lançado em 2006 no Japão e ainda segue em publicação. No Brasil, ele é editado pela Panini.

A 1ª temporada de Black Butler estreou no Japão em 2006 e conta com 36 episódios produzidos pelo estúdio A-1 Pictures. Em 2014, recebeu uma continuação, intitulada Black Butler: Book of Circus. A série conta ainda com oito OVAs, tendo sido o último lançado em 2014 (Black Butler: Book of Murder). O mangá também ganhou uma adaptação em formato live-action para os cinemas (O Mordomo de Preto), que chegou a ser lançada no Brasil pela Sato Company.

A trama gira em torno de um aristocrata chamado Ciel Phantomhive, que ficou orfão e agora cuida dos negócios de sua família. Para ajudá-lo com as tarefas, ele decide contratar Sebastian Michaelis, um mordomo sobrenatural capaz de cumprir qualquer tipo de ordem dada por seu patrão.

Kuroshitsuji – Black Butler ainda não possui data de estreia na Netflix e por se tratar de um título licenciado pela Aniplex USA, deve apresentar apenas áudio original e legendas em português.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *