O site oficial de Dragon Ball Super: Broly publicou uma entrevista com o diretor Tatsuya Nagamine, que revelou diversos detalhes sobre o longa-metragem, começando pelo roteiro original, que inicialmente teria 180 minutos de duração, mas foi encurtado pela equipe. Ainda assim, o filme vai passar dos 90 minutos, mas isso já era algo planejado.

Sobre os novos personagens, Nagamine disse que Chelye é uma delinquente que vai ajudar Broly sem pensar nos resultados, e isso fará com que a garota crie situações com resultados devastadores. Em relação a Lemo, este já faz parte do exército Freeza por décadas e tem o desejo de prejudicar Broly, mas sabe da diferença de poder entre eles. Ao ver as ações do vilão e Chelye, começa a se questionar. Para o diretor, existe uma relação balanceada entre os três personagens, mas comentar mais detalhes estragaria a surpresa.

Quanto a Goku, está proximo de se tornar um deus e Vegeta fará de tudo para chegar ao mesmo nível, enquanto Freeza ficou ainda mais poderoso, porém não vai alcançar seu real objetivo enquanto houver outros ainda mais fortes como Bills. Nagamine se pergunta se a intenção do vilão é destruir Zen-Oh, e finaliza dizendo que Freeza agora está mais astuto do que nunca e que vai usar uma nova abordagem contra Goku e Vegeta, diferente do que foi mostrado no filme anterior (A Ressurreição de Freeza), onde se prejudicou ao lutar sozinho.

Dragon Ball Super: Broly estreia em 14 de dezembro no Japão. O filme será lançado pela FOX no Brasil em 2019.

5 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *