O site oficial do remake de Super Campeões (Captain Tsubasa) anunciou que o anime estreará no dia 2 de abril na TV japonesa, durante a temporada de lançamentos.

A nova série terá 52 episódios e produção do estúdio David Production (JoJo’s Bizarre Adventure).

No post de hoje, falaremos sobre Goku e a sua transformação em Super Saiyajin Blue. Como vocês sabem, a transformação Super Saiyajin foi alcançada por Goku durante a Saga de Namekusei, quando Goku lutou contra Freeza. Naquela época, a transformação era considerada a mais forte do Universo.

Entretanto, inimigos mais fortes apareceram no futuro, e por causa disto Goku e o resto dos Saiyajins precisaram aumentar seus poderes ainda mais. Gohan por exemplo, desbloqueou a forma de Super Saiyajin 2 durante sua luta contra Cell, e Goku despertou o Super Saiyajin 3 contra Majin Buu. Após isso, durante a Batalha dos Deuses, o conceito das formas Divinas apareceram, e Goku foi o primeiro a conseguir utilizar a forma de Deus entre os Saiyajins.

Após conseguir a transformação de Super Saiyajin Deus, Goku a levou um passo além, quando conseguiu alcançar o Super Saiyajin Blue, ou Super Saiyajin Deus Super Saiyajin, como algumas pessoas gostam de chamar. Esta transformação é simplesmente a versão Super Saiyajin utilizando o Ki dos Deuses. Mas uma das maiores perguntas sobre esta forma é, porque Goku não utiliza o Super Saiyajin 2 ou Super Saiyajin 3 com o Ki dos Deuses? Porque ele não se transforma em Super Saiyajin Deus Super Saiyajin 2, ou Super Saiyajin Deus Super Saiyajin 3?

Sabemos que ele é capaz de utilizar esta transformação, então porque ele não o faz? O que o impede? Um dos motivos é que o as transformações em Super Saiyajin 2 e 3 não serão muito usadas em Dragon Ball Super. Isto foi mencionado pelo próprio Akira Toriyama.

Mas além disso, é provável que Goku não possua o controle perfeito sobre as outras duas formas. O Super Saiyajin normal já usa muito do corpo. Quando falamos sobre o Super Saiyajin 2 e 3, podemos afirmar que Goku não consegue usá-los por muito tempo. Então, fazer isto com o Ki dos Deuses é obviamente mais difícil ainda.

Para Goku poder utilizar a versão Blue destas duas outras formas, ele primeiro precisaria dominar o controle de Ki de ambas as formas. Se ele fizer isto, ele com certeza seria capaz de usar o Super Saiyajin Blue 2 e até mesmo, mas talvez nunca vejamos isto acontecer.

Dragon Ball Super está prestes a encerrar sua última saga. É certo que não ficaremos muito tempo sem acompanhar Goku e sua turma, mas o torneio do poder é o foco do momento. A Batalha final entre Goku e Jiren ainda vai dar muito o que falar, mesmo porque, o Sayiajin ficará mais poderoso que nunca.

Goku está usando a técnica que o transforma em alguém mais poderoso que os Deuses da Destruição. Essa transformação é intitulada de Ultra Instinto, a qual deixa o personagem com cabelos prata.

Os fãs esperam que Goku domine o poder com maestria e logo, por isso a Toei já disponibilizou algumas imagens. Dessa vez, vemos uma caixa de Dragon Ball Heroes a qual mostra como ele ficará.

Goku está com o cabelo totalmente prateado e um Ki azul envolvendo o personagem. Essa é praticamente a imagem que teremos do personagem em sua forma mais poderosa. A não ser que Toryiama tire qualquer outro coelho da cartola e Goku tenha mais uma carta na manga, mas acredito que esse é o limite.

Confira a imagem logo abaixo:

O Torneio do Poder está chegando ao fim e tudo indica que esses útlimos capítulos serão épicos. Goku enfrenta seu maior rival de toda a história, Jiren. O vencedor terá direito ao pedido máximo das esferas do Dragão. Ainda veremos muitas coisas legais no anime, portanto, vamos ficar de olho que sábado agora já tem novo capítulo.

O site oficial de Kiratto Pri☆Chan (Sparkling Pri☆Chan), a próxima série anime da franquia Pretty, para além da imagem promocional que podem ver em cima revelou que a estreia nas TVs vai acontecer a 9 de abril de 2018.

A nova série anime vai centra-se em site de streaming e como habitual contar com muita dança e música. Vamos seguir Mirai Momoyama e Emo Moegi, duas aspirantes a idols que decidem utilizar o “Pri☆Chan System”, um sistema utilizado por famosos e companhias para distribuir e divulgar conteúdos.

Elas decidem assim criar o seu próprio canal e tentarem tornar-se idols Pri☆Chan.

Quanto a seiyuu temos:

  • Koko Hayashi
  • Miyu Kubota
  • Nanami Atsugi
  • Yuu Serizawa
  • Yuuki Wakai
  • Ficamos hoje via site oficial a saber que o “anúncio importante” relacionado com o mangá Ahiru no Sora de Hinata Takeshi será uma adaptação para série anime. Podem ver em cima uma imagem promocional.

    O site reelou igualmente que a animação é do estúdio Diomedea (Beatless, Akuma no Riddle), a direção é de Shingo Tamaki (Aho Girl), o guião é de Go Zappa (Beatless, Koihime Musō, Blend S) e o design de personagens é de Yoshino Honda (Fuuka).

    Ahiru no Sora começou a ser lançado na Weekly Shounen Magazine em 2004, o seu primeiro volume foi publicado a 17 de maio de 2004 e a obra conta já com 48 volumes.

    Kurumatani Sora, fez uma promessa à sua mãe “Vou dominar o meu primeiro torneio do ensino médio”. Mas quando ele se junta ao clube de basquetebol da Escola Secundária de Kuzuryū, ele descobre que esta se tornou um local frequentado por delinquentes. Um lugar onde tudo, exceto o banquete, é feito, mas com o zelo genuíno de Sora pelo basquetebol, as coisas começam a mudar…

    A GfK Japan revelou hoje que o mercado Blu-ray / DVD no Japão em 2017 diminuiu tanto no volume de vendas como na receita em relação a 2016. O mercado movimentou 35,25 milhões de unidades em 2017, um decréscimo de 10% em relação ao ano anterior. O mercado ganhou 165,7 bilhões de ienes (cerca $1,55 bilhões), uma queda de 8% em relação a 2016.

    O mercado de Blu-ray reduziu tanto o volume de vendas como de receita em 2% em relação ao ano anterior. No entanto, os discos Blu-ray representaram 54% do mercado de vídeos domésticos, um aumento de 3% em relação a 2016. O preço médio mais elevado dos Blu-ray e a maior proporção do mercado podem representar parte da queda no mercado de vídeos domésticos do Japão em geral.

    As vendas de anime representaram 27% do mercado, um aumento de 3% em relação a 2016.

    Kimi no Na wa. (your name.), o novo filme do famoso diretor Makoto Shinkai, foi o filme que mais vendeu no Japão em Blu-ray / DVD em 2017, o que poderá explicar o aumento das vendas anime.

    O anime representou 36% das vendas de discos Blu-ray no mercado de vídeos domésticos, um aumento de 2% em relação ao ano anterior, tornando-se a maior categoria de vendas de discos Blu-ray em 2017. No mercado de anime japonês, as vendas de Blu-ray excedem as vendas de DVD com um índice de receita de vendas de três para um.

    Logo no início de janeiro noticiámos que através de uma fuga de informação ficamos a saber que o mangá Grand Blue (Grand Blue Dreaming) iria ser adaptado para um anime e foi hoje revelado que a Good! Afternoon vai a 7 de março confirmar a adaptação para série anime.

    Grand Blue começou a ser lançado em abril de 2014 e o 10º volume vai ser publicado a 7 de março.

    Quanto à história uma nova vida começa para Kitahara Iori quando ele começa a sua carreira universitária perto do oceano na cidade de Izu, cheio de emoção pela sua nova vida. Ele vai mudar-se para a loja de mergulho do tio, a “Grand Blue”. Lá ele encontra um belo oceano, mulheres lindas e homens que adoram o mergulho e álcool. Será que Iori poderá viver a sua vida de faculdade de sonhos?

    O Studio Chizu divulgou um novo trailer de Mirai no Mirai, próximo filme do cineasta Mamoru Hosoda. Assista:

    O longa conta com roteiro, argumento e direção de Hosoda, e terá 100 minutos de duração.

    Mirai no Mirai chega aos cinemas japoneses em 20 de julho de 2018.

    Após uma série de adiamentos e previsões, a Rede TV! parece que desta vez definiu de uma vez por todas a sua programação infantil das manhãs. Segundo informa o jornalista Flavio Ricco, a emissora, que antes alardeava nas redes sociais a volta do bloco TV Kids, agora decidiu que os palhaços Pepeu, Pepita e Barrú, que formam a Turma da Pakaraka, é quem vão comandar uma nova atração no lugar de seu saudoso bloco infantil.

    O canal finalizou ontem (28 de fevereiro) a contratação do trio. Se nada mudar, a estreia vai acontecer na próxima segunda (5), a partir das 9h. A atração vai contar com brincadeiras educativas, música, e animações, entre elas, a tão aguardada versão em HD da primeira temporada de Pokémon.

    A editora Panini anunciou hoje a publicação de três novos títulos no Brasil: Black Clover, Re: Zero e Sukedachi Nine. Confira abaixo as informações a respeito de cada título:

    Black Clover (de Yuki Tabata) – narra a história de Asta um jovem que vive num mundo onde impera a magia. Apesar de seus poderes limitados, ele almeja se tornar o maior de todos os magos. A obra começou a ser publicada no Japão a partir de 2015 e conta até o momento com 14 volumes. Black Clover também conta com uma adaptação animada que estreou ano passado.

    Sukedachi 09 (de Seishi Kishimoto) – A história se passa num Japão devastado pela diminuição de sua população e altas taxas de homicído, o que faz com que o governo decida aplicar leis ainda mais pesadas para conter a onda de crimes. Como nem mesmo a pena de morte tem resultados, o país decide implementar a lei da “Vingança”, que permite as pessoas pedir auxílio ao governo na captura criminosos, e fazer com que eles se submetam ao mesmo castigo dado as suas vítimas. Tal punição é feita pela “Sekedachi-Nine” uma força especial criada especialmente para aplicar a lei da Vingança. Um dos membros desta equipe é Yamagishi Yuji, que assim como seus companheiros foi vítima de um crime.

    Lançado em 2014 no Japão pela editora Square Enix, o mangá é de autoria do irmão de Masashi Kishimoto (Naruto), e já foi finalizado com 5 volumes.

    Re: Zero Kara Hajimeru Isekai Seikatsu Dai-Ichi-Sho: Oto no Ichinichi-hen (de Tappei Nagatsuki e desenhado por Daichi Matsuse) – conta a história de Natsuki Subaru, um jovem que conhece uma linda garota que veio de outro mundo. Os dois desenvolvem um vínculo tão forte que faz com que Subaru faça de tudo para protegê-la. Apesar de não contar com magias, ele ganha uma habilidade que permite voltar no tempo ao morrer, chamada de “Retorno da Morte”. Ao fazer isso, o usuário perde seu passado e sua memória é totalmente refeita.

    Adaptação das light novels publicadas no Brasil pela NewPop, o mangá de Re: Zero foi publicado no Japão de 2014 a 2015, conta apenas com 2 volumes e um anime lançado em 2016.

    Por enquanto, nenhum dos 3 títulos citados possui previsão de lançamento.