A natalie acaba de revelar no seu site que está em produção uma adaptação para anime do mangá Naka no Hito Genome [Jikkyouchuu] (Naka no Hito Genome [Now Streaming]) de Osora. Este sábado o 7º volume vai conter também o anúncio e mais detalhes.

A história do mangá começa quando Akatsuki Iride e sete streamers acordam no mundo de um misterioso jogo free-to-play chamado Naka no Hito Genome. Agora eles estão a competir em jogos na vida real com apostas de vida ou morte, mas a eliminação de várias tarefas do jogo pode valer-lhes 100 milhões de vidas.

Naka no Hito Genome [Jikkyouchuu] começou a ser lançado de forma gratuita na Gene pixiv em 2014 e o 6º volume foi publicado pela Kadokawa em novembro de 2017. No total o mangá conta já com mais de 350 mil cópias.

A 11º edição da Young Animal vai revelar sexta-feira na sua capa que está em produção uma adaptação para série anime de Ueno-san wa Bukiyou (Ueno is Awkward), o mangá de tugeneko.

A história do mangá de comédia desenrola-se à volta de Ueno, uma menina obstinada que é a presidente do clube de ciências da sua escola, e que já inventou muitos aparelhos úteis para o seu uso próprio. No entanto, ela é desajeitada quando se trata de romance.

Ueno-san wa Bukiyou (Ueno is Awkward) começou a ser lançado em fevereiro de 2015 e o 3º volume foi publicado em outubro de 2018 sendo que o 4º volume vai ser publicado a 29 de maio.

Em abril noticiámos que os episódios 11 e 12 da adaptação para série anime da novel Märchen Mädchen (Fairy Girls) de Kantoku e Tomohiro Matsu, iriam estrear em maio de 2018 após a série ser suspensa em março, no entanto, estamos no final do mês e os episódios ainda não foram exibidos nos canais AT-X, Tokyo MX e BS11.

O site oficial vem agora revelar que estes dois últimos episódios foram adiados para dezembro de 2018 sendo que ainda não foi definida a sua forma de lançamento.

Ficamos igualmente a saber que os volumes DVD/BD 3, 4, 5 e 6 de Märchen Mädchen (Fairy Girls) foram igualmente adiados para melhorar a qualidade de animação. O site afirma que os episódios 6, 7 e 9 vão necessitar de muitas correções.

A produção da série anime de Märchen Mädchen (Fairy Girls) foi claramente um desastre e fica a pergunta, não seria mais fácil a Hoods Entertainment desistir por completo do projeto e admitir que falhou em grande?

A série anime estreou nas TVs dia 11 de janeiro de 2018, a animação é do estúdio Hoods Entertainment (Mysterious Girlfriend X, Kanojo ga Flag wo Oraretara, Drifters), a direção é de Shigeru Ueda (RIN – Daughters of Mnemosyne, Senran Kagura: Estival Versus) e o design de personagens é de Yuki Morikawa (Fantasista Doll, If Her Flag Breaks).

A história de Märchen Mädchen (Fairy Girls) desenrola-se à volta de Hazuki Kagimura, uma jovem normal que geralmente está sozinha. Com o seu relacionamento com a sua nova família a não correr bem, ela retira-se todos os dias para o mundo de histórias e livros. Um dia, depois da escola, uma das estantes da biblioteca envia-a para outro mundo com uma escola de magia, onde ela conhece Shizuka Tsuchimikado. Ela descobre que as meninas (chamadas “mädchen”) que frequentam a escola são selecionadas por velhas fadas e histórias folclóricas para exercer a sua magia. A escola tem meninas que são escolhidas por histórias como Kaguya-hime no Monogatari, Issun-bōshi, Der Freischütz, Shuten-dōji, The Little Matchstick Girl, The Gigantic Turnip, Arthurian legends e The Ramayana. A própria Hazuki é escolhida pela história da Cinderela. Ela começa a sua nova vida na escola para se tornar utilizadora de mágica e ser amiga de Shizuka.

A Amazon revelou a capa do 4º volume do mangá Eat-Man The Main Dish de Akihito Yoshitomi onde podemos ler: “A entrar no arco final!”.

Eat-Man The Main Dish regressou a 26 de janeiro após um hiato de dois anos e meio. O mangá começou a ser lançado na Monthly Shonen Sirius em maio de 2014 e o 3º volume foi publicado em outubro de 2015.

Yoshitomi desenhou o seu mangá original de Eat-Man de 1996 a 2002. A história segue Bolt Crank, um homem que pode comer qualquer coisa e reproduzi-lo na sua mão direita. O mangá original recebeu adaptações para anime em 1997 e 1998.

O estúdio Fanworks (Aggretsuko) anunciou que o anime Ani ni Tsukeru Kusuri wa Nai! (There’s No Cure for My Brother Being Around Me!) ira ganhar uma segunda temporada com estréia prevista na TV japonesa em julho.

Intitulado Ani ni Tsukeru Kusuri wa Nai! 2, o anime ira contar com o retorno do diretor e roteirista Rareko (Aggretsuko) e do mesmo elenco da primeira temporada.

O anime é baseado em um web manga chinês, desenrola-se à volta da conflituosa relação entre dois irmãos e só na China a obra já teve mais de 500 milhões de visionamentos.

A primeira temporada da série estreou na TV japonesa em abril de 2017.

Em uma recente entrevista para a revista Figure Oh ou Hobby Japan o responsável pela linha de figures de Cavaleiros do Zodíaco(Saint Seiya) dentro da Tamashii, Akira Terano, revelou que a Bandai está planejando lançar uma nova linha de figures da série.

Terano não revelou nenhuma informação sobre quando está nova linha poderá ser lançada, mas afirmou que o modelo dos figures podem seguir um padrão mais próximos da linha SHFiguarts, aonde o boneco terá mais mobilidade física e mais fidelidade ao traço do anime.

No decorrer dos anos Bandai já criou diversas linhas de figures para os personagens de Cavaleiros do Zodíaco(Saint Seiya). A mais famosa é a Cloth Myth, que foi criada em 2003 para comemorar o início do lançamento da Saga de Hades do anime. A linha de figures Cloth Myth é um enorme sucesso entre os fãs dos Cavaleiros de Atena principalmente pela fidelidade de reprodução dos personagens e de suas armaduras.

A ultima linha de figures da série lançada pela Bandai foi a linha D.D. Panoramation (Dynamic Diorama Panoramation), que são dioramas encaixáveis que reproduzem alguma cena clássica da série.

A Bandai Namco Entertainment começou a exibir um novo trailer de Naruto to Boruto: Shinobi Striker, um jogo que tal como noticiámos anteriormente vai ser lançado a 30 de agosto de 2018 para PlayStation 4, Xbox One e PC.

Desenvolvido pela Soleil em Naruto to Boruto: Shinobi Striker vamos poder criar a nossa própria personagem e participar em divertidas batalhas no mundo de Naruto.

Quem fizer pré-encomenda do jogo vai ter direito a Pain como mestre que vai ensinar às nossas personagens as suas técnicas.

Naruto to Boruto: Shinobi Striker vai conter adicionalmente 9 DLCs que poderão ser comprados individualmente ou então todos juntos com o Season Pass (passe de temporada).

Por estes lados da Europa vai existir uma edição de colecionador conhecida como a “Edição Uzumaki” que vai conter não só o jogo como também o Season Pass (passe de temporada) com os 9 DLCs e ainda uma figura de Naruto e Boruto.

Em Naruto to Boruto: Shinobi Striker os personagens serão divididos em quatro classes pelo que teremos uma classe responsável pela recuperação de energia a saúde (ex. Sakura), outra classe que serve de escudo e pode receber muito dano (ex. Choji), outra classe de suporte que pode atacar de longe (ex. Sasuke) e uma classe de ataque com golpes poderosos (ex. Naruto).

O jogo vai ter uma componente online onde os jogadores vão formar grupos de 4 pessoas em multiplayer que irão depois enfrentar outro grupo de 4 pessoas, num total de oito jogadores.

Podem ver aqui algumas fotos de localizações na vida real que inspiraram os cenários da adaptação para série anime do mangá Comic Girls de Kaori Hanzawa.

A animação é da responsabilidade do estúdio Nexus, a direção foi entregue ao estreante Yoshinobu Tokumoto (episódios de WATAMOTE, Chivalry of a Failed Knight), o argumento é de Natsuko Takahashi (Gankutsuou: The Count of Monte Cristo, Yuyushiki, Love and Lies) e o design de personagens é de Keiko Saito.

A história do manga desenrola-se à volta de uma estudante e mangaka de 15 anos chamada Kaoruko Moeta que desenha sob o nome de Chaos. Depois de ficar em último num ranking de popularidade pelos leitores o seu editor sugere que ela entre para um dormitório de criadores manga.

As colegas de dormitório de Kaoruko são Koyume Koizuka, especialista no género shoujo, Ruki Irokawa, especialista em romances e Tsubasa Katsuki, especialista em manga shounen. Elas vão apoiar-se mutuamente para se tornarem melhores mangakas.

O site oficial de Dragon Ball Heroes revelou algumas imagens do primeiro episódio da série anime de Super Dragon Ball Heroes cujo primeiro episódio vai ter uma antestreia a 1 de julho num evento em Ion Lake Town.

Foi igualmente revelado um pouco da história que vai cobrir os arcos Universe Survival e Prison Planet.

No site oficial podemos assim ler:

Os dois guerreiros Saiyan de sangue puro, Goku e Vegeta, estão de volta ao treino quando são visitados pelo Trunks do futuro. De repente, o Trunks do futuro desaparece e um misterioso adolescente com o nome de Fu aparece. Fu diz que Trunks do futuro está preso num local conhecido como Prison Planet (Planeta Prisão), que foi construído entre universos. Para libertar o Trunks do futuro, eles devem reunir as Dragon Balls e esperar participar em batalhas sem fim como nunca antes. Qual é o objetivo de Fu e serão Goku, Vegeta e companhia capazes de salvar o Trunks do futuro? Teremos que descobrir ao assistir a Super Dragon Ball Heroes!

Ainda não foi revelada a data de estreia oficial da série anime de Super Dragon Ball Heroes.

Dragon Ball Heroes foi adaptado para vários mangás. Um deles, Dragon Ball Heroes: Victory Mission, começou a ser lançado em novembro de 2012, é escrito e ilustrado por Toyotarou e está atualmente em hiato com 28 capítulos pois o mangaka está agora a desenhar Dragon Ball Super (Dragon Ball Chou).

Será dia 31 de maio que a Bandai Namco Entertainment vai disponibilizar para Dragon Ball FighterZ os lutadores Fused Zamasu e Vegito Blue.

Este é o segundo par de personagens a ser disponibilizado após Brolly e Bardock.

Tal como noticiámos recentemente em todo o mundo já foram vendidas mais de 2.5 milhões de cópias de Dragon Ball FighterZ.