O novo anime da franquia Digimon, intitulado Digimon Universe Appli Monsters, está fazendo sucesso por onde tem passado fora do Japão.

Na França, o anime foi rebatizado como Digimon Appmon, sendo dividido em duas temporadas, com 26 episódios cada. A transmissão da série acontece pelo canal Boing, da Turner, cuja programadora promete lança-lo este ano em mais 42 países que falam o idioma francês. Já em Taiwan e Hong Kong, Appli Monsters é conhecido por Digimon App Generation.

Na Europa, Oriente Médio e África, as licenças de Appmon pertencem a Turner, mas que por enquanto não se pronunciou sobre uma possível chegada do anime neste momento às Américas, o que daria os direitos de transmissão do anime ao Cartoon Network. Vale lembrar que o canal exibiu a temporada anterior da série, Digimon Fusion (Xros Wars)

Após a exibição do último episódio de Star Wars Rebels previsto para ser exibido em março, os fãs da franquia podem ser contemplados com uma nova série animada, pleo menos é o que indica um posto em aberto dentro da Lucasfilm, via CBM.

O posto se encontra dentro de uma lista de empregos na empresa, que descreve a função como: “os criadores da série Star Wars The Clone Wars e a série de animação Star Wars Rebels estão procurando um versátil Coordenador de Produção para se juntar à equipe. Uma das responsabilidades é assegurar que cada um de seus episódios seja concluído a tempo e cumprir com o padrão de sucesso do Diretor Supervisor.

O site destaca que a presença de nomes do pessoal responsável pelas duas últimas séries animadas de Star Wars indica que de fato se trata de uma nova série animada destinada ao Disney XD. Por enquanto nenhuma informação foi confirmada.

Atualmente a Lucasfilm tem lançado Star Wars: Forças do Destino, pequenos curtas focado nas personagens femininas.

Dia 20 de janeiro no Japão é a data em que se celebra o acordo de paz entre o Domínio Choshu e o Domínio Satsuma no fim do período Edo, é um dia em que rivais se dão as mãos. E para celebrar essa data e entrar no clima, o site Anime! Anime! realizou uma enquete para saber quais são os melhores rivais nos animes.

A votação que durou dois dias contou com a participação de 154 pessoas, com 52% masculino e 48% feminino, sendo que 56% eram jovens de até 19 anos.

A lista conta com personagens icônicos de animes de sucesso como Dragon Ball Z, Naruto e Pokémon, que ocupam os três primeiros lugares, e Detective Conan é o anime que tem dois personagens no ranking, também há empate entre três personagens no sétimo lugar e entre dois no décimo. Confira:

  1. Vegeta (Dragon Ball Z)
  2. Sasuke Uchiha (Naruto)
  3. Shigeru Okido (Pokémon)
  4. Katsuki Bakugo (Boku no Hero Academia)
  5. Char Aznable (Mobile Suit Gundam)
  6. Tōshirō Hijikata (Gintama)
  7. Ryūnosuke Akutagawa (Bungo Stray Dogs) – empate – 7
  8. Kaito Kid (Detective Conan) – empate – 7
  9. Baikin-man (Soreike! Anpanman) – empate -7
  10. Heiji Hattori (Detective Conan) –  empate – 10
  11. Kojiro Hyuga (Super Campeões – Captain Tsubasa) – empate – 10

Quais seria seus rivais favoritos nos animes? Comente!

O site oficial de Sailor Moon anunciou que a franquia estará ganhando três novas peças teatrais. O primeiro será um musical estrelado pelo girl group Nogizaka46 e será intitulado Nogizaka46 Musical Pretty Guardian Sailor Moon.

O segundo, intitulado Pretty Guardian Sailor Moon The Super Live, será interpretado pelo grupo Keyakizaka46, colegas das garotas do Nogizaka46, com apresentação em Paris, França. O show combinará danças e canções.

Por fim, o último musical deve acontecer após a apresentação do grupo Nogizaka46.

A previsão é que todos eles aconteçam entre este e o próximo ano.

As novidades relacionadas ao aniversário de Yu Yu Hakusho continuam rolando no Japão a todo vapor. Além do lançamento dos Blu-Rays do anime, e de um novo especial animado, a criação de Yoshihiro Togashi vai ganhar um segundo jogo para celulares que está sendo desenvolvido pelas produtoras japonesas Mobcast e eitarosoft.

Intitulado provisoriamente como “Project U“, o título é descrito pelas empresas como um RPG online que permitirá aos jogadores ajudarem uns aos outros para completar missões. Os usuários podem usar cartas baseadas nas cenas mais famosas do mangá original, que são capazes de aumentar o poder dos personagens. Além do modo cooperativo, os jogadores vão poder enfrentar uns aos outros.

Vale lembrar que Yu Yu Hakusho também possui outro jogo para celulares em produção, o já comentado Yu Yu Hakusho 100% Maji Battle (100% Serious Battle), desenvolvido pela KLab Games e Axel Game Studio. O lançamento acontece ainda este ano.

Dragon Ball Z é um dos animes mais influentes de todos os tempos, e a continuação direta dele, Dragon Ball Super, mostra que a série ainda tem muita lenha para queimar.

Todo mundo que cresceu vendo Dragon Ball tentou desenhar Goku e companhia, mas o que acontece quando alguém que acaba adquirindo verdadeiras habilidades de desenho decide recriar os personagens de Akira Toriyama?

Na série de ilustrações abaixo, trazemos nada menos do que 21 ilustrações ultra realistas dos personagens de Dragon Ball Z e o resultado é simplesmente lindo.

Confira abaixo:

Foi anunciado pela revista Shonen Jump que o mangá de Gintama, de Hideaki Sorachi, vai chegar a seu “climax” no arco final, intitulado Silver Soul, cujo próximo capítulo será lançado dia 7 fevereiro. O uso da palavra clímax pelos japoneses significa geralmente o fim de uma obra, mas isso ainda foi oficialmente confirmado. Silver Soul começou a ser publicado em 2016.

Gintama é editado desde 2003. O anime estreou em 2006 e contou com 201 capítulos. Uma segunda temporada foi produzida em 2011 chegando a 51 capítulos, e uma terceira começou a ser transmitida em 2012 totalizando 13 episódios, enquanto que a quarta foi lançada em 2015. A quinta adapta o arco Silver Soul e estreou este mês no Japão.

A série também conta OVAs, dois longas para o cinema, além de uma adaptação para live-action que agradou ao público japonês, levando a produção de um segundo filme que será lançado ainda este ano.

Os Saiyajins são raças que existem nos Universos 6 e 7 de Dragon Ball Super. Eles são guerreiros natos, e possuem o poder de ficar mais fortes a cada luta que sobrevivem. Até agora, os Saiyajins foram o centro da história de Dragon Ball Z e Dragon Ball Super.

Antes do Super, só conhecíamos os Saiyajins do Universo 7, porque não sabíamos da existência de outro Universo similar a este. Entretanto, após o conceito de um Universo gêmeo ter sido introduzido, e descobrirmos que o Universo 7 possuía um gêmeo, todos queriam ver os Saiyajins do Universo 6. Finalmente vimos estes Saiyajins, e eles não decepcionaram, apesar de terem sido eliminados.

Porém, sabemos que eles irão retornar após o final do Torneio do Poder. O Universo 6 é muito importante para a história, mesmo que o fim de Dragon Ball Super esteja próximo. Mas o Universo 6 não é o foco deste post. Segundo uma nova teoria, outro Universo também possui a raça Saiyajin.

Sabemos que originalmente haviam 18 Universos, e que Zeno decidiu apagar 6 deles quando estava de mau humor. Isto nos deixou com 12 Universos, e cada um deles formou um par. Se você parar para pensar, os pares já existiam desde antes dos Universos serem destruídos. Não é conveniente demais de que todos os pares tenham sobrevivido?

Por isso, de acordo com esta teoria, os Universos existiam originalmente em trios. Os Universos poderiam ter existido originalmente como 1-12-18, 2-11-17, 3-9-6, 4-10-15, 5-8-14, 6-7-13. Então, junto com os Universos 6 e 7, o Universo 13 também deveria ter Saiyajins. Isto quer dizer que o Universo 13 também possa ser importante para o futuro do anime.

Se, por exemplo, Goku vencer e pedir para Zeno reviver todos os Universos, então o Universo 13 também seria revivido. Esta é uma ideia interessante, e poderia preparar as coisas para um ótimo final, ou talvez uma dica sobre um novo anime no futuro.

Imagine você desenvolvendo uma história com o escopo da história de Naruto, que chega ao ponto de desenvolver conflitos globais com dezenas de personagens, um diferente do outro. Deve ser uma tarefa difícil pra caramba e cheia de dificuldades, não é mesmo? E ela é, e Masashi Kishimoto revelou qual foi a maior dificuldade dele ao desenvolver a história dos ninjas.

Segundo ele, o principal obstáculo não foram os prazos de entrega ou a dificuldade nos traços, e sim o número de personagens. Convenhamos, Naruto é provavelmente o anime com o maior número de personagens relevantes na história, e cada um deles conta com um design específico, técnicas em específico e assim por diante. Não deve ser nada fácil lembrar de tudo e entrelaçar essas histórias.

Para resolver esse problema, Kishimoto teve que contratar Mikio Ikemoto, que atualmente é o ilustrador responsável por Boruto. Graças a Ikemoto, por exemplo, Haku e Zabuza Momochi foram adicionados à história. Ikemoto desenvolveu esse arco enquanto Kishimoto desenvolvia os personagens do Exame Chunin, dessa forma, os dois conseguiam desenvolver pontos futuros da história sem descuidarem da qualidade do que seria entregue mais cedo, e deu no que deu: certo pra caramba.

Segundo Kishimoto, os editores queriam porque queriam um torneio na história de Naruto, afinal de contas, todo anime que se prese tem pelo menos um torneio, mas torneios significam diversos personagens novos, e isso leva um tempão, algo que Kishimoto não tinha. Dessa forma, Ikemoto acabou ganhando um monte de autonomia para ir desenvolvendo o que precisava ser desenvolvido enquanto ele dava conta dessa parte.

Que bom que a parceria deu certo, não é mesmo? Eu não sei vocês, mas a batalha que me conquistou e me convenceu a continuar vendo Naruto foi a dele e de Sasuke contra Haku, e Kakashi contra Zabuza.

A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas anunciou na terça-feira (23/01) os indicados para o 90º Oscar. para os fãs das produções japonesas, a péssima notícia é que nenhum filme anime recebeu indicações. Os 5 filmes que irão concorrer ao prêmio de melhor longa-metragem animado são:

Viva: A Vida é uma Festa (Coco)
O Touro Ferdinando (The Story Of Ferdinand)
O Poderoso Chefinho (The Boss Baby)
Com Amor, Van Gogh (Loving Vincent)
The Breadwinner

O filme Viva recebeu mais uma indicação a Canção Original por “Remember Me”.

Já na categoria Curta de Animação os indicados ao Oscar foram: Dear Basketball, Garden Party, Lou, Negative Space e Revolting Rhymes.

Na lista dos pré-indicados ao Oscar 2018, 5 filmes animes estavam no páreo, mas não conseguiram:

Kono Sekai no Katasumi ni (Neste Canto de Mundo), de Sunao Katabuchi (Studio Mappa):

Koe no Katachi (A Silent Voice), de Naoko Yamada (Kyoto Animation):

Sword Art Online: Ordinal Scale, de Reki Kawahara (A-1 Pictures):

Hirune Hime ~Shiranai Watashi no Monogatari~, de Kenji Kamiyiama (Studio Signal MD)

Mary to Majo no Hana (Mary and the Witcher’s Flower), de Hiromasa Yonebayashi, sendo a primeira produção do Studio Ponoc, produtora que montou após sua saída do Studio Ghibli:

Outro destaque é o filme live-action Ghost In The Shell da Paramount Pictures, que estava na lista dos pré-indicados na categoria efeitos visuais, também não recebeu indicação.

A cerimônia de entrega do Oscar 2018 será realizada no dia 4 de Março 2018, em Los Angeles.

No ano passado, um recorde de 27 filmes foram submetidos para nomeação, incluindo Kingsglaive: Final Fantasy XVThe Red Turtle e Kimi no Na wa (your name). Somente The Red Turtle recebeu uma indicação, porém o Oscar 2017 de melhor animação foi para o filme Zootopia da Disney.