O nível de violência de Attack on Titan é um dos grandes diferenciais do anime. Na terceira temporada, a obra será exibida em uma outra emissora do Japão, fazendo com que os fãs tivessem medo de uma possível censura.

Segundo o editor do anime, Kawakubo Shintaro, isso não será um problema. “Eu acho que vocês estão claramente preocupados com as coisas que vêm com a troca de emissora que não se limitam à NHK. É claro, eu também estava preocupado, mas não haverá problemas, A equipe de produção pode fazer o que quiser, então, por favor, não se preocupem”, escreveu o editor no Twitter.

A NHK, nova emissora onde Attack on Titan será exibido, é uma das maiores do Japão, o que aumentará muito o alcance do anime, que era exibido em um várias emissoras menores. A terceira temporada deve ir ao ar em julho desse ano.

Fonte: EiNerd

Dragon Ball Super trouxe grandes novidades ao universo dos Saiyajins. A introdução de Kale e Caulifla, do Universo 6, é uma das mais importantes destas novidades. As duas guerreiras são as primeiras Super Saiyajins femininas e não somente isso. Kale é uma maneira de tornar o guerreiro Broly – ou o guerreiro lendário – canônico. Ainda assim, muitas pessoas torcem o nariz para Kale por conta de sua caracterização mansa. Ela tem muito poder, mas quando não está na forma furiosa, ela é uma espécie de estereótipo dos animes japoneses e passa longe de ser alguém que chama a atenção.

O mangá de Dragon Ball Super vai por outro caminho. No capítulo 32 a história nos leva ao planeta Sadala, no Universo 6. Os eventos mostram Cabba recrutando lutadores para o torneio do poder. Então, Kale é apresentada como uma das potenciais integrantes da equipe.

O anime mostra Kale como uma pessoa que admira demais Caulifla. O mangá trata a garota como uma pessoa muito mais perigosa. Ela continua tendo muita admiração por sua mentora, mas ela não age como uma donzela em perigo. A garota mostra sua força secretamente no mangá quando um soldado do planeta Sadala ameaça a atirar em Caulifla. Antes mesmo do ofensor pensar em piscar, Kale pega a sua arma, quebra nas suas próprias costas e continua seu trabalho.

Depois, quando Cabba vai confrontar Caulifla para recrutá-la, Kale não fica chorando escondida com medo do mundo. A Saiyajin simplesmente assiste a batalha com certa preocupação, mas não fica choramingando. De fato, Kale não diz nada até que ela tenta resgatar o colar de Caulifla que Cabba pegou dela durante a batalha. Cabba parece atordoado com o poder de Kale, tanto que ele não percebe ela se aproximando dele. Então, o Saiyajin percebe que a garota tem lugar certo no time do Universo 6.

Essas mudanças que o mangá de Dragon Ball Super traz são ótimos pra contextualizar eventos do anime. Fora que traz novas informações. Mas quero saber se vocês também gostam disso. Comentem!

Boruto está trilhando o mesmo caminho que todos os ninjas da Folha, mas em um mundo de paz. Ele quer se destacar, se tornar um herói como o pai, mesmo que para isso ele ignore Naruto. Neste momento estamos vendo como o garoto vai aprendendo a lidar com situações em grupo. Individualista que só, vira e mexe ele demonstra que seu ego é muito mais inflado que o Choji.

O pequeno ninja, Sarada e Mitsuki ainda vão passar por poucas e boas antes de iniciarem o exame Chunin. Porém, um personagem chave do futuro arco do torneio e altamente problemático já deu as caras no anime esta semana. O estúdio Pierrot compartilhou imagens do episódio 43 de Boruto, que foi lançado esta semana. A imagem mostra Katasuke, este rapaz com cara inocente, de óculos, mas que esconde intenções perigosas.

O velho ninja olha para nossos queridos guerreiros de lado, através de seus óculos. Com alguns band-aids no rosto, seu sorriso é tão sereno quanto desconcertante. O que se passa na cabeça dele são somente ideias evolutivas, mas muitas vezes, maléficas e contra as regras. Não é a primeira vez que Katasuke aparece na história de Boruto. Os fãs mais ferrenhos já o conhecem de Boruto: Naruto o Filme.

Quem é Katasuke?
Katasuke é um dos principais pesquisadores da vila da folha, responsável pela divisão de armas científicas. Por sua vontade insana de mostrar o que cria, ele gerou diversos problemas para Boruto.

No filme, Boruto é manipulado por Katasuke, que oferece uma arma ninja científica ao garoto, durante o exame Chunin. A arma secreta, que é usada no braço do ninja, é proibida pelo Hokage, mas ajuda Boruto a chegar ao obstáculo final do exame. No entanto, Naruto desmascara o próprio filho na frente de todos como um trapaceiro. Katasuke usa Boruto como uma espécie de rato de laboratório e tudo leva a crer que o anime vai inserir o personagem muito antes do exame Chunin. Isso é muito legal de se pensar para contextualizar a história do desenho, que vem ganhando qualidade a cada semana.

Apesar de se mostrar um cara meio maléfico, existe uma explicação para tudo que Katasuke fez no exame Chunin e que deve ser retratado no anime. Ele alcança redenção ao provar que estava sobre o efeito de um Genjutsu, que o fez agir de uma maneira não convencional. Atualmente, Katasuke está em uma missão com o time 7 no mangá. Ele convenceu Boruto que não se deve usar a tecnologia ninja para cortar caminho e trapacear.

Está ansioso para ver este arco no anime? Comente e diga o que vem achando de Boruto: Naruto Next Generation!

O site oficial do RPG para smartphones Merc Storia: Yujutsushi to Suzu no Shirabe da Happy Elements revelou que está em produção uma adaptação para anime.

O RPG de fantasia desenrola-se num mundo onde humanos e monstros coexistem. Um jovem aprendiz “Yujutsushi” (healer) com o poder de curar os outros embarca numa viagem para recuperar a memória de Merc, uma menina presa numa garrafa.

Mais detalhes serão revelados no futuro. Merc Storia: Yujutsushi to Suzu no Shirabe está a celebrar o seu 4º aniversário e para além de estar disponível no Japão para dispositivos iOS e Android está a começar a expandir-se para outros países asiáticos.

O lançamento no Japão de Sword Art Online: Fatal Bullet no Japão está cada vez mais perto (7 de fevereiro) e começou agora a ser exibido mais um vídeo promocional deste jogo da Bandai Namco Entertainment que vai ser lançado na América e Europa a 23 de Fevereiro para PS4, Xbox One e PC.

No vídeo podemos ouvir o tema “Thrill, Risk, Heartless” por LiSA.

A história do jogo está a ser supervisionada por Reki Kawahara e em Sword Art Online: Fatal Bullet as ações dos jogadores vão influenciar o desenrolar da história. Os jogadores vão poder criar skills e habilidades bem como utilizar novas armas.

Ao contrário dos jogos anteriores em Sword Art Online: Fatal Bullet o gameplay desenrola-se à volta da utilização de armas e o jogo promete ser visualmente superior pois utiliza o poderoso moto gráfico, Unreal Engine 4.

Vai ser dia 7 de Abril que a 3ª temporada da adaptação para série anime do manga Boku no Hiro Academia (My Hero Academia) de Kohei Horikoshi vai começar a ser exibida e o site oficial acabou de colocar online o design de 5 novas personagens e respetivos seiyuu. Esta terceira temporada vai cobrir o arco viagem escolar florestal.

 

Chisa Suganuma como Mandalay, Quirk –> “Telepath

 

Meiko Kawasaki como Ragdoll, Quirk –> “Search”

 

Shinnosuke Ogami como Tora, Quirk –> “Pliabody”

 

Serina Machiyama como Pixie-bob, Quirk –> “Earth Flow”

Michiru Yamazaki como Kōta Izumi, um rapaz que começou a odiar os heróis após os seus pais heróis serem mortos

A história de Boku no Hiro Academia (My Hero Academia) desenrola-se à volta de Izuku Midoriya, um jovem que não tem poderes especiais e que vive num mundo onde é comum as pessoas terem poderes especiais. Mesmo assim ele sonha em um dia se poder vir a tornar num Herói.

A animação é da responsabilidade dos estúdios Bones (Blood Blockade Battlefront, Fullmetal Alchemist), a direção é de Kenji Nagasaki (Gundam Build Fighters, Classroom Crisis, No. 6), o argumento é de Yousuke Kuroda (Gundam Build Fighters, Honey and Clover, Trigun) e o design de personagens é de Yoshihiko Umakoshi (Air Master, Heartcatch Precure!, Berserk).

O site oficial da adaptação para anime da light novel Isekai Izakaya “Nobu” (Alternate World Bar “Nobu”) de Natsuya Semikawa revelou o staff e elenco desta série anime que vai estrear nas TVs ainda em 2018 e que se vai chamar Isekai Izakaya: Koto Aitheria no Izakaya Nobu (Otherwordly Izakaya: Ancient Capital Aitheria Izakaya Nobu).

Com animação pelo estúdio Sunrise a direção é de Katsumi Ono (Hataraki Man, Senki Zesshō Symphogear AXZ), argumento é de Shin Yoshida (Yu-Gi-Oh!, Speed Grapher) e o design de personagens é de Mariko Ito (Log Horizon, ViVid Strike!, Anonymous Noise).

Quanto a seiyuu temos:


Tomokazu Sugita como Nobuyuki “Nobu” Yazawa

Suzuko Mimori como Shinobu Senke

A novel desenrola-se à volta de um bar chamado “Nobu” em Kyoto mas que possui uma porta que está conectada ao bar noutro mundo. Os visitantes do “Nobu” incluem assim seres de outro mundo à procura da excelente cozinha do bar.

Isekai Izakaya “Nobu” começou a ser lançado online em 2012 ganhando o prémio “Ni Narou Con Taishō”. Já em 2014 começou a ser lançada em papel com ilustrações de Kururi.

O site oficial da adaptação para série anime do mangá Piano no Mori (The Piano Forest) de Makoto Isshiki, revelou que a animação foi entregue ao estúdio Gainax e confirmou a estreia nas TVs em Abril de 2018. Podem ver em cima a primeira imagem promocional.

Foi igualmente revelado que a direção é de Manabu Nakatani, o argumento é de Aki Itami e Mika Abe e que o design de personagens é da responsabilidade de Sumie Kinoshita.

Quanto a seiyuu temos:

Soma Saito
Junichi Suwabe
Natsuki Hanae
Ryoko Shiraishi
You Taichi
O manga segue a história de dois jovens de origens bem diferentes. Kai é o filho de uma prostituta e aprendeu a tocar num piano abandonado no meio de uma floresta. Shuhei é o filho de dois pianistas prestigiados. Os dois acabam por se conhecer através da única coisa que têm em comum, a música.

Piano no Mori (The Piano Forest) tem mais de 6 milhões de cópias em circulação e em 2007 a história foi adaptada para um filme pela Madhouse. Piano no Mori ficou em 7º no TOP animes musicais.

Provando que Dragon Ball é uma franquia cheia de potencial o recém-lançado Dragon Ball FighterZ é um sucesso de vendas no Steam em comparação com os restantes jogos de luta.

A versão PC deste jogo da Bandai Namco Entertainment e da Arc System Works conseguiu no seu dia de lançamento registar 44,234 jogadores, um número bem superior de outros jogos de luta.

Só no dia de lançamento Dragon Ball FighterZ conseguiu mais jogadores que Street Fighter V (13,807 – fevereiro de 2016) e Tekken 7 (18,766 – junho 2017) no seu mês de lançamento.

A Motion Picture Producers Association of Japan revelou quais foram os filmes anime mais lucrativos de 2017.

Podem consultar em baixo o TOP 10. Quais foram os vossos filmes anime favoritos de 2017?

1. Detective Conan: The Crimson Love Letter (¥6.89 bilhões)
2. Doraemon the Movie 2017 : Nobita’s Great Adventure in the Antarctic Kachi Kochi (¥4.43 bilhões)
3. Gintama (¥3.84 bilhões)
4. Pokemon the Movie: I Choose You! (¥3.55 bilhões)
5. Kimi no Suizou o Tabetai (¥3.52 bilhões)
6. Mary and The Witch’s Flower (¥3.29 bilhões)
7. Yo-kai Watch: Soratobu Kujira to Double no Sekai no Daibouken da Nyan! (¥3.26 bilhões)
8. Sword Art Online The Movie: Ordinal Scale (¥2.52 bilhões)
9. Shinobi no Kuni (¥2.51 bilhões)
10. Confession of Murder (¥2.41 bilhões)