Como muitos de vocês sabem, o Instinto Superior é uma técnica que nem mesmo os Deuses conseguem alcançar com facilidade. Porém, ela é uma técnica que não se limita aos Deuses.

Até mesmo mortais conseguem chegar a este estado, mas é extremamente difícil de conseguir este poder, já que o único mortal conhecido a usá-lo é Goku. A técnica permite que o corpo de uma pessoa reaja a cada movimento por conta própria. O usuário nem precisa pensar sobre os movimentos, eles acontecem inconscientemente, e é por isto que esta forma é considerada mortal. Nem mesmo Bills a dominou completamente. Porém Goku já a utilizou duas vezes durante o Torneio do Poder. Uma contra Jiren, e outra contra Kefla.

Ele conseguiu atingir um poder imenso ambas as vezes, mas ainda há uma grande fraqueza em Goku quando ele está com o Instinto Superior. Ele não pode atacar tão bem quanto esta forma permite. Esta forma é literalmente algo que deveria fazer de Goku um personagem acima do nível de um Deus da Destruição.

Goku não consegue utilizar todo o ataque do Instinto Superior porque pensa demais antes de atacar, o que faz seus ataques saírem mais fracos do que deveriam. Goku precisa superar esta fraqueza para vencer Jiren, e parece estar melhorando a cada minuto. Ele foi capaz de ferir Jiren com seu soco no Episódio 128, coisa que não era possível anteriormente. Entretanto, para eliminar este problema de vez, Goku precisa dominar o Instinto Superior completamente.

De acordo com os spoilers do episódio 129 de Dragon Ball Super, Goku finalmente entrará em uma nova forma, chamada de Instinto Superior dominado. Esta forma terá uma aparência diferente, com o cabelo de Goku se tornando cinza ao invés de preto. E segundo os spoilers, esta forma não só desvia de tudo, como contra-ataca. Esta nova forma provavelmente será o impulso que faltava para Goku finalmente vencer Jiren.

No combate de hoje, Goku finalmente mostrará a Jiren o verdadeiro poder do Instinto Superior, e Jiren vai mostrar a força do ser mais forte do Universo 11 para o saiyajin. A luta será extremamente parelha e os golpes serão avassaladores.

Quão avassaladores você pergunta? Graças a uma das sinopses vazadas do Episódio 129 agora nós sabemos, e você pode conferir tudo sobre esse capítulo na tradução abaixo:

“Incapaz de enfrentar Jiren, Goku está próximo do seu limite e da eliminação quando ele desperta o Instinto Superior pela terceira vez. Apesar de Goku desviar dos ataques de Jiren e desferir um poderoso golpe, Jiren contra-ataca também.

O ataque de Jiren é rápido e pesado demais para até mesmo para que Goku com o Instinto Superior desvie. Os dois começam uma batalha parelha. A pressão dos ataques dos dois fazem a arena ao redor entrar em colapso cada vez mais. Rachaduras até mesmo começam a se formar nos assentos onde os deuses assistem à luta.

Conforme esta batalha continua, Jiren finalmente começa ficar cansado, e então ele aumenta seu Ki ainda mais para acertar Goku com um golpe de poder máximo. No entanto, o Ki de Goku não cai, mas em vez disso aumenta ainda mais…?!”

Como podemos ver, Goku vai despertar o Instinto Superior Completo neste momento, quando o ki dele atingir um novo patamar e Jiren o acertar com mais um ataque avassalador. Além disso, algo inimaginável no começo do Torneio do Poder está acontecendo: o espaço da arena está acabando e a pressão da luta entre os dois está destruindo até mesmo as arquibancadas!

Por essa eu tenho certeza que nem o Sumo Sacerdote esperava.

Como já vimos no episódio anterior de Dragon Ball Super, Vegeta foi eliminado por Jiren e doou a energia para que Goku desafiasse o adversário do Universo 11 mais uma vez para o combate. Infelizmente, o resultado acabou sendo o mesmo, e Goku ficou à beira da eliminação.

Quando ele estava para ser eliminado do Torneio do Poder, Goku despertou outra vez o Instinto Superior, acertando um belo golpe em Jiren e basicamente recomeçando o combate entre eles, agora quase em pé de igualdade com o adversário.

Antes mesmo do Torneio do Poder, uma imagem que antecipava essa nova transformação de Goku trazia o saiyajin com as roupas completamente rasgadas e sem camiseta, como você confere abaixo:

Nas imagens vazadas do Episódio 129 de Dragon Ball Super, vemos exatamente isso, além dos lutadores do Universo 7 torcendo desesperadamente pela vitória de Goku. Confira as imagens abaixo:

Dragon Ball Z e One Piece são dois dos animes mais famosos e influentes de todos os tempos, e diferente do que acontece entre alguns fãs, os autores deles são bem amigos, e já fizeram homenagens entre si.

No passado, Eiichiro Oda, autor de One Piece, já fez diversas homenagens a Akira Toriyama, afinal, eles dois são amigos de longa data, e o inverso também já aconteceu em outras oportunidades, e hoje trazemos duas dessas homenagens.

Na primeira delas, temos Goku sob o traço característico de Eiichiro Oda, confira abaixo:

Como dá pra ver, a arte ficou bem característica de One Piece, e Goku provavelmente poderia fazer um cameozinho na história de Oda.

Agora, você confere a homenagem de Akira Toriyama a One Piece:

Enfim, o que vocês acharam das homenagens? Quem desenhou melhor? Deixem seus comentários!

Todd Blakenship, que costuma a postar tradução de spoilers e sinopses do anime, lançou uma nova leva de informações. Nesta postagem, temos toda a descrição do que poderemos ver na batalha de Goku e Jiren. No entanto, há um momento que o Androide 17 é citado, o que é bem estranho. Confira:

“O Ápice do Torneio do poder! O Universo 7 (Goku, Freeza, Androide 17) vs Universo 11 (Jiren). Claro que o guerreiro mais forte do universo 11, Jiren, é o último adversário. Como eles vão desafiar o oponente mais forte da história de Dragon Ball…?!”

Veja na postagem abaixo, que vem do Twitter.

Vale lembrar que o Androide 17 supostamente se autodestruiu ao proteger Goku e Vegeta. Os spoilers, que vem de publicações japonesas, podem estar se referindo à batalha como um todo, desde quando o 17 estava na arena. Mas por qual motivo eles não citam Vegeta? É como se estivesse se referindo aos guerreiros que estão atualmente no torneio. O Sumo Sacerdote até falou que o Androide 17 havia morrido e não teria sido morto, e por isso Jiren continuaria competindo. Mas como ninguém consegue sentir o poder dos Androides, pode ser que ninguém saiba que ele está lá?

Lembrando também que não mostrou ele sendo excluido do “GodPad”.

Estranho não é? No final das contas pode ter sido algum erro. Mas só saberemos nos episódios finais do anime. O que você acha de tudo isso? Comente!

Com uma nova imagem promocional o site oficial de Gundam Build Divers, uma nova série anime da franquia Gundam Build Fighters, revelou que a estreia nas TVs vai acontecer a 3 e abril de 2018.

Com animação pelo estúdio Sunrise a direção é de Shinya Watada, o argumento é de Noboru Kimura e o design de personagens é de Shuri Toida. Já o design mecânico é de Kunio Okawara, Kanetake Ebikawa, Junichi Akutsu, Junya Ishigaki, Ippei Gyōbu, Kenji Teraoka, Shinya Terashima, Takayuki Yanase e Naohiro Washio.

A primeira série anime de Gundam Build Fighters foi exibida de outubro de 2013 a março de 2014 e Gundam Build Fighters Try foi exibida de outubro de 2014 a abril de 2015.

Temos como seiyuu:

Yuusuke Kobayashi
Natsumi Fujiwara
Wataru Komada
Haruka Terui
Jun Kasama
Sho Hayami

O site oficial da adaptação para série anime do mangá Mahou Shoujo Ore (Magic Girl ORE ou I Am a Magical Girl) de Icchokusen Mōkon começou hoje a exibir um novo trailer que podem ver abaixo e onde é revelado que a estreia nas TVs vai acontecer a 2 de abril de 2018.

Em baixo fica a nova imagem promocional.

Com animação pelo estúdio Pierrot Plus (Beelzebub, Tegami Bachi: Letter Bee) a direção é de Itsuro Kawasaki (Rental Magica, Shining Hearts, Tsukiuta. THE ANIMATION) e o design de personagens é de Yukiko Ibe (Nanatsuiro Drops, Jewelpet Twinkle, Onigiri).

O mangá tem como protagonista Saki Uno, uma menina do ensino médio e ídol novata que tem uma paixão por Mohiro, o irmão mais velho do seu melhor amigo. Quando Mohiro é sequestrado por demónios, Saki prontamente faz um contrato sombrio para se transformar numa menina mágica, o que transforma o seu corpo num bonito homem.

Vamos ter como seiyuu:

  • Saki Uno – (CV: Ayaka Ohashi / Kaito Ishikawa)
  • Sakuyo Fukage – (CV: Sachika Misawa / Wataru Hatano)
  • Mohiro Mikage – (CV: Toshiyuki Toyonaga)
  • Hyoue – (CV: Kouji Yusa)
  • Konami Yamo – (CV: Shoutaro Morikubo)
  • Sayori Uno – (CV: Aya Hisakawa)
  • Kokoro-chan – (CV: Kazuya Ichijou)
  • Começou hoje a ser exibido no Japão um longo trailer do filme anime Sayonara no Asa ni Yakusoku no Hana o Kazarou (Let Us Adorn the Morning of Farwells With Flowers) do estúdio P.A. Works (True Tears, Angel Beats!, Another, Shirobako, Charlotte).

    O filme estreou nos cinemas a 24 de fevereiro e marca a estreia como diretora da popular escritora Mari Okada que é igualmente a responsável pelo argumento.

    A história começa com Maquia, que é de uma família onde todos os membros param de envelhecer a meio da adolescência. Ela não tem pais e, embora os seus dias sejam pacíficos, ela sente-se sozinha. A sua paz é destruída quando um exército invade, à procura do segredo da imortalidade do seu povo. Leilia, a menina mais bonita do seu clã, é levada, e o jovem pela qual Maquia tem sentimentos secretos desaparece. Maquia é capaz de escapar, mas ela perde os seus amigos e casa. Viajando sozinha pela floresta, ela encontra Erial, um bebé que perdeu os seus pais. A história segue a mudança de relacionamento entre os dois à medida que Erial cresce e Maquia não.

    Em Sayonara no Asa ni Yakusoku no Hana o Kazarou (Let Us Adorn the Morning of Farwells With Flowers) o design de personagens foi entregue a Akihiko Yoshida(Nier: Automata, Bravely Default, Final Fantasy XIV).

    Quanto a seiyuu temos:

  • Manaka Iwami como Maquia
  • Miyu Irino como Erial
  • Ai Kayano como Leilia
  • Yuuki Kaji como Clear
  • Miyuki Sawashiro como Rashine
  • Yoshimasa Hosoya como Lang
  • Rina Satou como Mido
  • Yōko Hikasa como Tita
  • Misaki Kuno como Medmel
  • Tomokazu Sugita como Isol
  • Hiroaki Hirata como Baro
  • Mari Okada já trabalhou muitas vezes com o estúdio P.A. Works, começando com True Tears passando depois a escrever o argumento de animes como CANAAN, Hana-Saku Iroha, A Lull in the Sea e The Lost Village.

    Outras obras reconhecidas de Okada são: anohana, The Anthem of the Heart, Kiznaiver e Toradora!

    O site oficial sobre o novo anime de Legend of the Galactic Heroes revelou que a série vai estrear nas TVs a 3 de abril de 2018.

    Ficamos também a saber que a primeira temporada deste novo anime se vai chamar The Legend of the Galactic Heroes: Die Neue These Kaikō (The New Thesis: Star-Crossed) e ser composta por 12 episódios.

    Já a segunda temporada vai estrear nos cinemas em 2019 como um conjunto de 3 filmes compostos cada um por 4 episódios.

    Com animação pelo estúdio Production I.G a direção é de Shunsuke Tada (Kuroko’s Basketball, Prince of Tennis), o argumento é de Noboru Takagi e o design de personagens é de Yoko Kikuchi, Iwao Teraoka e Katsura Tsushima.

    Quanto a seiyuu temos:

  • Mamoru Miyano
  • Kenichi Suzumura
  • Yuichiro Umehara
  • Yoshimitsu Shimoyama
  • Legend of the Galactic Heroes (Ginga Eiyuu Densetsu) é uma série de romances de ficção científica escritos por Yoshiki Tanaka entre 1982 e 1987 que foram posteriormente adaptados para anime e manga. A ação desenrola-se algures no século 35, altura em que a galáxia está dominada por duas potências, que se encontram em guerra. Legend of the Galactic Heroes conta a história desta guerra entre o Galactic Empire monárquico e o Free Planets Alliance, democrático. A história tanto foca a guerra galáctica e as políticas envolvidas como a vida dos vários intervenientes e na maneira como todos eles estão interligados.

    A revista Opera começou hoje a lançar blanc, um mangá de Asumiko Nakamura que segue a vida de Rihito Sajō e Hikaru Kusakabe, os protagonistas do mangá yaoi Doukyuusei (Classmates).

    No mangá Kusakabe está a trabalhar para alcançar o seu sonho e Sajō a estudar na universidade. Ambos vivem a sua vida separadamente.

    Doukyuusei (Classmates) foi lançado em 2006 por Nakamura seguindo-se depois o spin-off Sora to Hara e Sotsugyōsei (Graduates).

    Uma adaptação para série anime estreou nas TVs em fevereiro de 2016 com animação pelo estúdio A-1 Pictures (Sword Art Online, Magi).