Os fãs podem achar difícil de acreditar, mas Naruto está fazendo 19 anos este ano. A franquia foi oficialmente criada em 1999 por Masashi Kishimoto, e Naruto veio a se tornar um dos mangás mais populares do mundo. Entretanto, o primeiro design de Naruto era bem diferente do que conhecemos hoje.

Se você nunca pegou a edição física do primeiro volume do mangá de Naruto, então você não viu o design original do nosso querido protagonista. Kishimoto incluiu seu primeiro desenho de Naruto no primeiro volume do mangá, como um bônus. Confira o que o autor escreveu sobre o desenho:

“Este foi o primeiro desenho de Naruto que eu fiz. Foi para um one-shot em uma edição especial da Weekly Shonen Jump, chamada Akamaru Jump. Perceba que Naruto usa botas ao invés de Zori (sandálias tradicionais japonesas).

Neste one-shot, Naruto não era uma revista sobre ninjas, mas sim sobre magia e feitiçaria. Apesar de ser completamente diferente da história atual, este foi o primeiro mangá com um protagonista que eu desenhei, e eu gostei tanto do personagem que decidi continuar usando-o. Mas desenhar os óculos todas as vezes era uma dor! é por isto que eu acabei tendo a ideia das bandanas ninja.”

Olhando para o desenho, é fácil perceber a semelhança entre o Naruto 1.0 e o Naruto 2.0. O personagem pode estar usando botas, porém sua roupa e seu cabelo são os mesmos. A única grande diferença que podemos ver é que Naruto usava um button em sua jaqueta e carregava uma mochila. Até mesmo os óculos são os mesmos, apesar da revelação de Kishimoto sobre eles ter sido surpreendente.

A sequência do live-action do mangá de Gintama, de Hideaki Sorachi, acaba de ganhar um teaser que apresenta diversas cenas do longa anterior como forma de preparar o público para a nova produção. Confira:

Os produtores da continuação almejam superar a arrecadação do primeiro filme, lançado em julho do ano passado, que em apenas 4 dias de exibição faturou 980 milhões de ienes.

Gintama 2 (título provisório) será lançado nos cinemas do Japão dia 17 de agosto.

Os fãs de Cavaleiros do Zodíaco terão um novo motivo para comemorar ou se preocupar com os próximos passos que a bem sucedida criação de Masami Kurumada vem conquistando nos últimos meses. Depois do anúncio de um filme em live-action para os cinemas, agora os guerreiros de Athena se preparam para invadir a TV, mas não da forma que você já conhece.

Segundo informa o CavZodiaco, a gigante Tencent, empresa chinesa responsável pelo jogo para smartphones de CDZ, anunciou a produção de uma série com atores baseada na obra de Kurumada. O lançamento virá acompanhado um novo jogo. A empresa não divulgou maiores detalhes a respeito do novo projeto, mas espera-se que isso aconteça em breve.

Lembrando que além desta série e filme, Cavaleiros do Zodíaco também vai ganhar um anime produzido pela Netflix.

O Twitter oficial da adaptação cinematográfica do mangá de Bleach, de Tite Kubo, publicou agora uma nova imagem do live-action onde é possível conferir com mais detalhes o visual do protagonista Ichigo Kurosaki (Sota Fukushi) munido de sua zanpakuto. Confira:

Bleach estreia nos cinemas do Japão em 20 de julho.

Se você perguntar a Toriyama sobre o sucesso da obra, você verá que uma grande interrogação flutua na cabeça do autor. O criador de Dragon Ball não tem certeza do porque Dragon Ball ter dado tão certo.

Recentemente, Toriyama deu uma entrevista à Weekly Shonen Jump para comemorar o aniversário de Dragon Ball. Durante a entrevista, o mangaká foi perguntado sobre a influência de sua obra no gênero Shonen, e foi isto que ele teve a dizer:

“Isto não faz o menor sentido para mim, já que eu acredito que desenhei as coisas da forma errada.”

Quando pediram para explicar sua resposta, o autor admitiu que fez o universo de Dragon Ball de uma forma muito livre. Segundo o próprio Toriyama, tudo poderia acontecer, e a falta de regras permite que várias bagunças possam acontecer.

“Acredito que seja porque no mundo de Dragon Ball, qualquer coisa está valendo. Quando você trabalha desta forma, você pode desenhar qualquer coisa e ninguém pode reclamar que isto seria impossível,” disse Toriyama.

Claro, os fãs não parecem concordar com esta crítica do autor, já que ninguém quer que Dragon Ball Super chegue ao fim, mesmo com um novo filme marcado para Dezembro deste ano. Com o sucesso estrondoso de Dragon Ball Super, é muito provável que vejamos outro anime de Dragon Ball sendo lançado num futuro próximo.

O arco da Ilha do Bolo acabou oficialmente neste capítulo, e o capítulo 903 marcará o início de um novo arco no mangá de One Piece.

O capítulo começa com o Thousand Sunny em mares mais calmos, após terem conseguido fugir do bando da Big Mom com sucesso. Sanji está perdido em pensamentos ao ouvir sobre a morte de Pedro. Carrot vai tentar animá-lo, e acaba chorando ao falar sobre seu falecido companheiro.

Jinbei e a Germa 66 ainda estão lutando contra os piratas da Big Mom, porém após ouvirem que os Chapéu de Palha conseguiram fugir, ambos começam a se preparar para se retirar, mas uma Big Mom completamente recuperada aparece para dificultar esta fuga.

Um flashback de Pudding revela que ela na verdade beijou Sanji na última vez em que os dois se viram, porém apagou a memória do cozinheiro sobre o beijo, algo que os fãs já suspeitavam há algum tempo.

Depois de apagar a memória de Sanji, Pudding acaba chorando sozinha, afinal, ela está dividida pelos sentimentos dela por Sanji e pelos planos da Big Mom. No fim das contas, parece que esse é um casal que não foi feito para terminar juntos.

Outro flashback mostra Katakuri, Brulee, Perospero, Oven e Daifuku ainda crianças, e descobrimos como Brulee recebeu sua cicatriz no rosto.

O capítulo acaba mostrando o Baratie, enquanto Zeff está cozinhando para alguns baderneiros. O último quadro mostra Zeff e Sanji repetindo a mesma frase, enquanto entregam a comida para os seus clientes/companheiros.

Agora que o arco da Ilha do Bolo finalmente acabou, a próxima edição da Shonen Jump trará mais informações sobre o próximo arco de One Piece.

Até que ponto você investiria seu tempo e dinheiro para tornar-se parecido com um personagem de algum jogo? Julian Low sempre foi fã de quadrinhos e de animes e mangás e, segundo ele, ele sofria bullying por causa disso quando era mais novo, mas encontrava refúgio nesses meios para passar o tempo.

A paixão pela obra de Akira Toriyama foi tanta que o jovem investiu boa parte do seu tempo em musculação, aulas de dança, tratamentos capilares e personal trailer para ficar o mais próximo possível de Trunks, e, ao todo, o investimento foi de cerca de 15 mil dólares, bem menos do que os malucos que gastam fortunas para parecer a Barbie ou o Ken, mas ainda assim uma quantia considerável.

Por causa dessa transformação, ele meio que é um cosplay permanente do Trunks, como você pode conferir nas fotos abaixo:

Em Dragon Ball Z, Gohan possuía um penteado diferente de todos os outros, então quando ele se tornou Super Saiyajin, não sabíamos se era o SSJ1 ou SSJ2 até vermos as faíscas de eletricidade em sua aura. Gohan fica praticamente igual, porém loiro.

Na Saga Buu, Akira Toriyama pensou em introduzir Gohan como protagonista, tanto é que muito tempo foi gasto mostrando o treinamento de Gohan para derrotar Buu.

Realmente parecia que ele elevaria sua força e salvaria o dia, mas quando encontrou Super Buu, não levou muitos episódios para que Gohan fosse derrotado e Goku chegasse para salvar o dia, como sempre. Em uma entrevista, Toriyama disse que “Eu pretendia colocar Gohan no papel principal. Não funcionou muito bem. Eu pensei que comparado a Goku, ele definitivamente não estava apto para o papel.”

Porém durante o processo de escolha de protagonista para a Saga, o design de Gohan mudou bastante desde seus esboços iniciais, até o design que foi usado na versão que conhecemos. Confiram:

O que acharam do design alternativo? Eu gostaria de ter visto Gohan usando uma roupa parecida com a do Trunks do futuro.

A adaptação para série anime da novel Märchen Mädchen (Fairy Girls) de Kantoku e Tomohiro Matsu, foi suspensa após um hiato em março de 2018 no seu 10º episódio sendo prometido que os episódios 11 e 12 seriam posteriormente lançados.

Ficamos hoje a saber que os episódios 11 e 12 vão ser exibidos em maio nos canais AT-X, Tokyo MX e BS11, descansando assim os fãs que pensavam que os episódios apenas chegariam com o lançamento do último volume DVD/BD.

A série anime estreou nas TVs dia 11 de janeiro de 2018, a animação é do estúdio Hoods Entertainment (Mysterious Girlfriend X, Kanojo ga Flag wo Oraretara, Drifters), a direção é de Shigeru Ueda (RIN – Daughters of Mnemosyne, Senran Kagura: Estival Versus) e o design de personagens é de Yuki Morikawa (Fantasista Doll, If Her Flag Breaks).

A história de Märchen Mädchen (Fairy Girls) desenrola-se à volta de Hazuki Kagimura, uma jovem normal que geralmente está sozinha. Com o seu relacionamento com a sua nova família a não correr bem, ela retira-se todos os dias para o mundo de histórias e livros. Um dia, depois da escola, uma das estantes da biblioteca envia-a para outro mundo com uma escola de magia, onde ela conhece Shizuka Tsuchimikado. Ela descobre que as meninas (chamadas “mädchen”) que frequentam a escola são selecionadas por velhas fadas e histórias folclóricas para exercer a sua magia. A escola tem meninas que são escolhidas por histórias como Kaguya-hime no Monogatari, Issun-bōshi, Der Freischütz, Shuten-dōji, The Little Matchstick Girl, The Gigantic Turnip, Arthurian legends e The Ramayana. A própria Hazuki é escolhida pela história da Cinderela. Ela começa a sua nova vida na escola para se tornar utilizadora de mágica e ser amiga de Shizuka.

Via ser já dia 26 de abril que vai ser lançado no Japão o primeiro DLC de Sword Art Online: Fatal Bullet, um jogo que se desenrola no mundo de Gun Gale Online (GGO) que para os mais distraídos é onde acontece a atual série anime Sword Art Online Alternative Gun Gale Online, baseada na novel escrita por Keiichi Sigsawa (Kino’s Journey).

O DLC chama-se “Ambush of the Imposters”, introduz uma nova história, novos personagens incluindo Dyne, Yamikaze e Musketeer X bem como um novo boss Elemental Wizard e ainda o modo offline Bullet of Bullets.

Antes do lançamento do DLC a Bandai Namco Entertainment vai lançar um update (1.2.0) que adiciona um modo Deathmatch 4 Vs 4, novas armas e aumenta o nível máximo para 175.