A corrida Naruto é coisa de principiante perto da corrida de Devilman Crybaby — e agora podemos ver o passo a passo da animação desse jeitinho único de correr.

A produtora do anime, Science SARU, faz o upload de um GIF mostrando o processo de animação no Twitter:

A corrida tem uma explicação na história: os personagens possuídos por demônios, chamados de Devilman, tem suas capacidades físicas aumentadas drasticamente. A posição e velocidade atingidas acima são uma consequência da possessão, com o personagem Akira correndo como se estivesse rasgando o ar com as mãos.

Uma grande novidade foi revelada nesta semana para os fãs de Dragon Ball por Akira Toriyama: a lenda de Yamoshi, o Super Saiyajin Deus original. O autor finalmente contou esta história, que deu origem a dois acontecimentos importantes da franquia.

Soubemos pela primeira vez da existência de Yamoshi (embora seu nome não tenha sido revelado na época) no filme A Batalha do Deuses. Na ocasião, Shen Long conta a história do Super Saiyajin Deus que está registrada no Livro de Lendas Namekuseijin.

Agora Toriyama detalhou a lenda de Yamoshi em uma entrevista, revelando que é por causa dela que Freeza teme o “Lendário Super Saiyajin” e é graças ao seu espírito que Beerus tem a profecia de encontrar o Super Saiyajin Deus (traduzido por @Herms98):

O “Lendário Super Saiyajin” que Freeza teme e o Super Saiyajin Deus que é mencionado em “A Batalha dos Deuses” são a mesma pessoa?

De certa forma, elas são a mesma pessoa. Bem, muito tempo atrás, antes dos Saiyajins viverem no Planeta Vegeta, tinha um homem chamado Yamoshi que tinha um coração puro, apesar de ser um Saiyajin. Ele e seus cinco amigos iniciaram uma rebelião, mas ele foi encurralado por guerreiros e se transformou em Super Saiyajin pela primeira vez, fazendo com que sua transformação e temível estilo de luta surpreendessem os outros Saiyajins. Mas em menor número, Yamoshi eventualmente ficou cansado e foi derrotado, mas este era apenas o começo de sua lenda. Depois, o espírito de Yamoshi vagou continuamente em busca de seus Saiyajins de coração puro, procurando um novo salvador: o Super Saiyajin Deus.

E por que Beerus procurou o Super Saiyajin Deus?

Beerus provavelmente sentiu o espírito de Yamoshi em seu sonho profético. O fato de que isso está registrado no Livro de Lendas Namekuseijin provavelmente é porque o Grande Patriarca que o escreveu simpatizou com o espírito de Yamoshi.

Curiosidade: Toriyama gosta de fazer brincadeiras com vegetais nos nomes dos Saiyajins, então Yamoshi provavelmente é um trocadilho com “moyashi”, que é broto de feijão.

Esta é uma história bastante interessante e certamente é um conteúdo que os fãs gostariam de ver no anime ou em um filme, talvez. Por outro lado, isso levanta algumas perguntas: como Freeza sabia desta lenda se nem mesmo Vegeta, o Príncipe dos Saiyajins, conhecia?

Outro ponto curioso é que existem um mangá e um especial animado de Bardock, revelando que ele não foi morto no Planeta Vegeta, mas sim levado para muitos anos no passado. Lá ele se transforma em Super Saiyajin pela primeira vez ao encontrar Chiller, um antepassado do Freeza, sugerindo que é daí que veio o medo do vilão, contradizendo um pouco o que foi dito por Toriyama na entrevista.

Seja como for, vamos torcer para que Toriyama e sua equipe aproveitem esta lenda para enriquecer o universo de Dragon Ball.

Foi revelada a primeira imagem promocional da adaptação para anime do manga Baki, que ira estreia na TV japonesa durante o verão deste ano.

A adaptação da obra de Keisuke Itagaki esta sendo produzida pelo estúdio TMS Entertainment, a série terá 26 episódios e ira adaptar o arco “Most Evil Death Row Convicts”.

Baki the Grappler é um anime de artes marciais que foi lançado de 1991 a 1999 seguindo-se depois Baki de 1999 a 2005. Em 2005 por sua vez começou a ser lançado Hanma Baki até ao ano de 2012. Baki the Grappler recebeu várias sequelas manga, duas séries anime e uma OVA.

O mais recente manga da franquia é Baki-Dou que começou a ser lançado em 2012 na Bessatsu Shōnen Champion. Um spinoff chamado Baki Gaiden: Kenjin começou a ser lançado em 2013 na Champion RED.

O site oficial do anime Megalobox revelou o teaser trailer da série, que ira estréia no mês de abril e comemora os 50 anos do manga Ashita no Joe, de Ikki Kajiwara(Asao Takamori) e Tetsuya Chiba.

A série é animada pelo estúdio TMS Entertainment (Lupin III, ReLIFE), a direção é de You Moriyama (diretor de animação de Lupin III: The Woman Called Fujiko Mine, e designer de Kabaneri of the Iron Fortress e Attack on Titan), o guião é da autoria de Katsuhiko Manabe (Shin Kyūseishu Densetsu Hokuto no Ken: Raoh-den Gekitō no Shō, Shin Kyūseishu Densetsu Hokuto no Ken: Raoh-den Junai no Shō) e Kensaku Kojima (Shinya Shokudō).

Embora baseada em Ashita no Joe a série anime vai ter uma história original.

Megalobox celebra assim os 50 anos do manga original e na nova história um homem chamado JD (Junk Dog) participa em partidas de boxe para sobreviver. Hoje, ele entra no ringue novamente, mas ele encontra uma determinada pessoa. JD quer enfrentar um desafio que arrisca tudo.

Parece que não demorará tanto assim para os fãs de Attack on Titan serem agraciados com novidades da série. O Wit Studio está divulgando as datas de lançamento dos próximos episódios do spin-off Attack on Titan: Lost Girls, um OVA dividido em 3 episódios.

O anúncio foi feito através do Twitter e logo se espalhou por toda a rede social. Confira abaixo:

Na imagem podemos ver uma ilustração com Annie, Reiner e Bertolt, os três traidores. Em destaque, podemos ver Annie Leonhart, que foi a protagonista do primeiro episódio. O spin-off foi anunciado em 2017, tendo o seu primeiro episódio lançado em dezembro juntamente com o volume 24 do mangá.

Vale lembrar que Attack on Titan: Lost Girls é uma adaptação da light novel e mangá spin-off de mesmo nome. A história escrita e ilustrada por Ryōsuke Fuji acompanha as vidas das personagens Annie Leonhart e Mikasa Ackerman.

A estreia dos 2 episódios do OVA Attack on Titan: Lost Girls acontecerá juntamente com o lançamento dos volumes 25 e 26 do mangá. O volume 25 será lançado no dia 19 de janeiro (próxima sexta-feira). Já o volume 26 será lançado no dia 18 de maio de 2018. Vale lembrar que essas datas são referentes ao lançamento no Japão.

Com o anúncio desses episódios OVA pelo menos os fãs conseguirão aguentar mais um pouco até a estreia da terceira temporada. Recente o Wit Studio divulgou uma nova imagem promocional com os personagens Levi e Kenny, o que despertou ainda mais a ansiedade.

A terceira temporada de Attack on Titan estreará no Japão em julho de 2018.

O site oficial de Toji no Miko (The Shrine Maiden Swordwielders), a série anime original do Studio Gokumi, confirmou que a série vai ser composta por 24 episódios que serão distribuidos em 6 volumes DVD/BD. Cada um dos volumes terá 4 episódios e o primeiro vai ser lançado a 25 de abril de 2018.

A direção é da responsabilidade de Koudai Kakimoto (Cyborg 009 Call of Justice, Psycho-Pass), o argumento é de Tatsuya Takahashi (The [email protected] Cinderella Girls, Pandora em the Crimson Shell: Ghost Urn, Eromanga Sensei) e o des ign de personagens é de Yoshinori Shizuma (ilustrador de Zero Kara Hajimeru Mahō no Sho/Grimoire of Zero). A produção é da Genco.

Quanto a seiyuu temos:

  •  Kanami Etoh: Kaede Hondo (Hikari Takanashi em Interviews with Monster Girls)
  •  Hiyori Jujo: Saori Onishi (Eriri Spencer Sawamura em Saekano: How to Raise a Boring Girlfriend)
  •  Mai Yanase: Azumi Waki (Galko em Please Tell Me! Galko-chan)
  •  Sayaka Itomi: Hina Kino (Silvia Silkcut em Hybrid × Heart Magias Academy Ataraxia)
  •  Kaoru Mshiko: Risae Matsuda (Yoshimi em Love Live! Sunshine!!)
  •  Ellen Kohagura: Eri Suzuki (Emiru Kodama em Kirakira PreCure a la Mode)
  •  Yukari Origami: Asami Seto (Chihaya Ayase em Chihayafuru)
  •  Maki Shidou: Yumi Uchiyama (Ruri Miyamoto em Nisekoi)
  •  Suzuka Konohana: M.A.O (Meguru Amatsuki/Angel Rose em Twin Angel Break)
  •  Yomi Satsuki: Mai Fuchigami (Nagisa Shiota em Assassination Classroom)
  •  Yume Tsubakuro: Inori Minase (Ciel/Cure Parfait em Kirakira PreCure a la Mode)

Na história do anime, desde os tempos antigos, as donzelas de santuários que usam espadas têm exorcizado “aratama”, estranhos seres que ameaçam o mundo humano. Essas mulheres jovens que usam uniformes escolares e uma espada são chamadas de “Toji”, e servem como uma unidade oficial dentro da força policial como um “esquadrão especial da polícia de serviços religiosos”. O governo autoriza as Toji a usar espadas e a servir como funcionários do governo, e o governo criou cinco escolas em todo o país para as meninas frequentarem.

As meninas vivem uma vida normal na escola, sendo que ocasionalmente executam os seus deveres, empunhando as suas espadas e utilizando vários poderes para lutar e proteger as pessoas. Na primavera, as cinco escolas enviam a sua melhor Toji para competir num torneio. À medida que o torneio se aproxima, todas as representantes treinam rigorosamente para se fortalecerem e melhorarem as suas capacidades.

Devido a alguns problemas técnicos a Bandai Namco Entertainment decidiu prolongar a Beta aberta de Dragon Ball FighterZ por mais 24h.

Dragon Ball FighterZ vai ser lançado a 26 de janeiro de 2018 para Xbox One, PlayStation 4 e PCs via STEAM.

No modo história, à medida que o misterioso Exército Clone invade, os Super Guerreiros perdem a consciência e os seus poderes. Ao mesmo tempo, o jogador fica ligado à mente de Goku. Goku e os jogadores devem agora lutar juntos para revelar o mistério por trás da ligação e do Exército Clone. O modo história também terá outras duas histórias, onde o jogador se liga à Android 18 e a Frieza.

Segundo um tweet publicado pela Yeezy Mafia, a Adidas lançará uma coleção especial de tênis baseados em Dragon Ball. A coleção deverá conter sete tênis, cada um baseado em um diferente personagem. Confira alguns dos modelos:

A conta oficial do Twitter do selo de publicação de light novels GA Bunko, afiliado da editora SB Creative, que por sua vez é subsidiária da empresa Softbank, anunciou no último domingo que a franquia de novels, mangás, animes e games Dungeon ni Deai o Motomeru no wa Machigatteiru Darou ka? (conhecido pelos fãs mais íntimos como apenas Danmachi) terá um “novo projeto”. E isso será em breve.

Mais detalhes sobre o anunciado novo projeto ainda não foram revelados. Mas aos poucos, mais informações serão liberadas de forma oficial através do Twitter ou de outras mídias sociais. Resta aos fãs aguardar por mais novidades.

Mais sobre Dungeon ni Deai:
Dungeon ni Deai o Motomeru no wa Machigatteiru Darou ka? Começou como uma série de light novels, no ano de 2013, de autoria de Fujino Omori e com ilustrações de Suzuhito Yasuda.

A franquia já recebeu duas adaptações em anime para TV. A primeira, que segue as novels originais, veio em abril de 2015, com um total de 13 episódios, e aqui no Brasil pode ser conferida através da plataforma Crunchyroll. A segunda, o spin-off Dungeon ni Deai o Motomeru no wa Machigatteiru Darou ka Gaiden: Sword Oratoria, estreou em abril de 2017, e possui 12 episódios. Ambas adaptadas pelo estúdio J.C.Staff.

Sinopse:
“A vida na cidade de Orario nunca é maçante, especialmente para Bell Cranel, um jovem que têm o objetivo de tornar-se no maior aventureiro do mundo. Após seu encontro com a até então solitária deusa Hestia, seus sonhos ficaram um pouco mais perto de se realizarem. Com sua ajuda, Bell embarca em aventuras incríveis, enfrentando monstros nas masmorras da cidade, onde a morte sempre está próxima, além da existência de algo misterioso se movendo nas sombras dos corredores destes terríveis labirintos. Nada nunca é certo quando humanos e deuses vivem e trabalham juntos, especialmente quando eles precisam fazer de tudo para se sobressaírem, o que torna a vida na superfície uma dura conquista também.”

Estamos na reta final do torneio do poder em Dragon Ball Super e caramba, quanta coisa aconteceu não é? A competição foi idealizada por Zen-oh do presente e do futuro. A intensão é diminuir a quantidade de universos que eles precisam cuidar e aqueles que possuem pouco poder de luta. Inicialmente Zen-oh iria simplesmente apagar diversos universos, mas graças a Goku e sua busca incessante pelo mais forte, todos passaram a ter alguma chance.

No final das contas, sobraram apenas dois universos em batalha. O 7 de Goku e amigos contra o 11 de Jiren. Fora estes, o universo 1, 5, 8 e 12 continuarão existindo, uma vez que não fazem parte do torneio. Eles possuem um nível mortal mais alto e por isso não correm riscos. Com apenas um universo saindo campeão do torneio, outros 7 serão apagados. E já vimos 6 deles sumindo. Porém, os Anjos de cada universo continuam na arena e vivos.

Mas por qual motivo?

Cada universo que é apagado também leva consigo todos os seus habitantes. Mesmo que alguns deles possuam poderes de um deus da destruição. No entanto os Anjos não são apagados por diversos motivos. Mas o mais importante deles é que todos são filhos do Sumo Sacerdote. Porém, não é somente este fato que os livra de sumir com seus universos.

Através do mangá de Dragon Ball Super, que segue um caminho diferente dos habitual, mostrando fatos a mais e até mesmo de forma atrasada se comparado com o anime, ficamos sabendo de mais detalhes sobre os anjos. Enquanto que os Kaioshins e os deuses da Destruição são totalmente apagados, os Anjos continuam na arena por uma razão simples e até interessante. Eles funcionam como Guias para os deuses da destruição, algo que já era imaginado. Então, quando um deus da destruição é substituído, os anjos retomam seus trabalhos como guias.

Mas e enquanto isso?
Quando ocorre um fato como este que estamos vendo, de um universo ser apagado, os Anjos são enviados para um lugar neutro. Já que eles não são parte do universo em si, isso faz sentido. Sem um deus para guiar e um universo para cuidar, os Anjos dormem, até que um novo deus da destruição seja indicado à eles.

Porém, mesmo que o Mangá mostre que este seja o caminho para os Anjos, vejo que algo mais pode estar escondido. Nada me faz esquecer do sorriso do primeiro Anjo que viu um universo ser apagado. Então, podemos esperar por alguma reviravolta neste sentido. Ou aquele anjo só sorriu porque viu suas merecidas férias chegando. Vai saber.